ZV1M- IOTA SA-079 – Cancelada !

Publicado: julho 24, 2020 em Uncategorized

Informando  que devido ao alerta de mar alto, com ondas acima de 4 metros para os próximos dias, o que iria comprometer o retorno em segurança do time , pois o embarque na ilha das Palmas é feito sobre pedras , o time decidiu por alterar local da ativação.
A equipe optou pela Jurubaiba- SA-029  DIB RJ-22 LH BRA-225 que se localiza em águas abrigadas dentro da baía de Ilha Grande.

 

 

Jurubaiba Antenas

 

 

 

 

Segurança em primeiro lugar (sempre)

Sem título

(Último final de semana completo do mês de junho – 27 a 28/jun. de 2020)

 

Uma importante mudança no CBNR 2020. Atendendo a sugestões, nosso Concurso Riachuelo, a partir deste ano, passa a ter a duração de 24 horas, (18:00h UTC de sábado a 18:00h UTC de domingo) com operações simultâneas nos modos SSB e CW, abrindo assim a possibilidade da competição no modo MISTO. O competidor pode operar no modo MISTO, (SSB + CW) e escolher concorrer apenas em CW ou SSB, porém é necessário enviar o log completo, identificando claramente o modo que deseja competir. (O outro modo, será automaticamente tratado como CHECK LOG). Se por acaso operar os dois modos isoladamente, deverá enviar os dois logs, (CW e SSB) identificando qual deles desejará competir. (O outro log, será automaticamente tratado como CHECK LOG).

NRA – Núcleo de Radioamadores da Armada – CS5NRA

Inspirado no espírito de fraternidade que une os radioamadores e nos diversos acordos de reciprocidade existente entre Brasil e Portugal, o Grêmio de Comunicações da Escola Naval, convidou os membros do clube co-irmão, NRA – Núcleo de Radioamadores da Armada – CS5NRA

-https://www.nra.pt/ de Portugal, para participarem do CBNR. Os que enviarem log, receberão o certificado digital de participação. O exchange para os membros do NRA, será RS(T) + Número de sócio antecedido das letras PN. Exemplo; 59(9)PN087

Especialmente relevante na formulação deste convite, destaca-se o fato da Escola Naval do Brasil ter sido criada em Portugal e instalada no Brasil, com a vinda D. João VI.

Regulamento

Versão 2.5-atualizada em 14 de maio de 2020

1-Esta competição de âmbito nacional é realizada anualmente pelo Grêmio de Comunicações da Escola Naval (GCEN), tendo como objetivo a confraternização entre os Radioamadores brasileiros e o adestramento em comunicações dos Aspirantes do Grêmio, bem como divulgar no meio radioamadorístico nacional o aniversário da Batalha Naval do Riachuelo, Data Mágna da Marinha de Guerra do Brasil.

2-Histórico

Aos 11 de Junho de 1865, no Rio Paraná, próximo a confluência do Arroio Riachuelo, foi travada a mais importante batalha naval da campanha da Tríplice Aliança. As chatas paraguaias adequavam- se à guerra fluvial por serem menores e mais rápidas que os navios de nossa esquadra. O Almirante Barroso, a bordo da Fragata Amazonas, comandava a esquadra brasileira e, percebendo as suas desvantagens, ordenou que seu navio investisse a proa sobre as canhoneiras inimigas, obtendo assim a vitória, com a qual deteve o domínio fluvial em todo o decorrer da campanha, garantindo o apoio tático e logístico às operações terrestres e impedindo que os inimigos fornecessem apoio fluvial às suas tropas. A Esquadra Imperial perdeu a Corveta Jequitinhonha e 104 homens, dentre os quais Marcílio Dias e Greenhalgh, todos com elevado senso de dever e amor à Pátria.

“O BRASIL ESPERA QUE CADA UM CUMPRA SEU DEVER” – Foi o sinal disseminado por Barroso aos seus comandos e que ainda, hoje permanece vivo na lembrança de todos os marinheiros.

Écom este espirito que a Marinha do Brasil cumpre o seu dever de participar na garantia de soberania de nossa Pátria.

3-Data-Anualmente, no último final de semana completo do mês de junho.

4-Períodos em 2020

Início: – 18:00h (UTC) de 27/Junho/2020 – Sábado

Página 3 de 6

Fim: – 18:00h (UTC) de 28/Junho/2020 – Domingo

5-Categorias (Total: 24)

5.1-SOAB-SSB-A–Radioamador Operador Único – Classe A, todas as bandas, SSB;

5.2-SOAB-CW-A—Radioamador Operador Único – Classe A, todas as bandas, CW;

5.3-SOAB-MIX-A–Radioamador Operador Único – Classe A, todas as bandas, MISTA; 5.4-SOAB-SSB-B- Radioamador Operador Único – Classe B, todas as bandas, SSB; 5.5-SOAB-CW-B– Radioamador Operador Único – Classe B todas as bandas, CW;

5.6-SOAB-MIX-B – Radioamador Operador Único – Classe B, todas as bandas, MISTA; 5.7-SOAB-SSB-C–Radioamador Operador Único – Classe C, todas as bandas, SSB;

5.8- SOAB-CW-C—Radioamador Operador Único – Classe C, todas as bandas, CW;

5.9-SOAB-MIX-C–Radioamador Operador Único – Classe C, todas as bandas, MISTA 5.10-SOAB-SSB-YL-A – (YL) Operadora Única-Classe A, todas as bandas, SSB; 5.11-SOAB-CW-YL-A – (YL) Operadora Única-Classe A, todas as bandas, CW;

5.12-SOAB-MIX-YL-A – (YL) Operadora Única-Classe A, todas as bandas, MISTA; 5.13-SOAB-SSB-YL-B – (YL) Operadora Única-Classe B, todas as bandas, SSB; 5.14-SOAB-CW-YL-B – (YL) Operadora Única-Classe B, todas as bandas, CW;

5.15-SOAB-MIX-YL-B – (YL) Operadora Única-Classe B, todas as bandas, MISTA; 5.16-SOAB-SSB-YL-C – (YL) Operadora Única – Classe: C, todas as bandas, SSB; 5.17-SOAB-CW-YL-C – (YL) Operadora Única – Classe: C, todas as bandas, CW;

5.18-SOAB-MIX-YL-C – (YL) Operadora Única – Classe: C, todas as bandas, MISTA;

5.19-SOAB-SSB-MIL – Estação Militar Individual – Militares da ativa, Reserva Remunerada, Reformados, Oficiais e Sargentos da Reserva Não Remunerada das Forças Armadas e Forças Auxiliares – (Polícias Militares e Corpo de Bombeiros Militares) e Aspirantes do EB R/2 – Todas as bandas – SSB.

5.20-SOAB-CW-MIL – Estação Militar Individual – Militares da ativa, Reserva Remunerada, Reformados, Oficiais e Sargentos da Reserva Não Remunerada das Forças Armadas e Forças Auxiliares – (Polícias Militares e Corpo de Bombeiros Militares) e Aspirantes do EB R/2 – Todas as bandas – CW.

5.21-SOAB-MIX-MIL – Estação Militar Individual – Militares da ativa, Reserva Remunerada, Reformados, Oficiais e Sargentos da Reserva Não Remunerada das Forças Armadas e Forças Auxiliares – (Polícias Militares e Corpo de Bombeiros Militares) e Aspirantes do EB R/2 – Todas as bandas – MISTA.

5.22-SOAB-MIX-QRP – (até 5 Watts de saída) MISTA

5.23-MOST-MIX-Grupos-Clubes, Associações e Estações Multi-operadores-MISTA UM TRANSMISSOR- (poderá ser utilizado 1 (um) indicativo operado por vários radioamadores, de forma alternada, na mesma Estação, representando um Grêmio Clube ou Grupo)

5.24-MOST-MIX-OM – Estações Militares OM – (Estação operada dentro de Organização Militar de qualquer força e Junta de Serviço Militar do município- MISTA UM TRANSMISSOR). A estação em unidade militar, pode possuir apenas um operador e pode ser um civil. Na “Estação Militar OM”, todos os equipamentos e antenas utilizadas, deverão ser de uso exclusivo do Serviço Radioamador;

6-Os contatos deverão ser realizados nas bandas de 80, 40, 20, 15 e 10 Metros.

7-O competidor pode operar em ambos os modos, como na categoria MISTA, e escolher apenas a categoria CW ou SSB para concorrer, desde que envie o log completo.

Página 4 de 6

8-Todos os participantes da categoria MISTA podem trabalhar tanto CW como SSB, devendo portanto observar os segmentos destinados a cada modo. Não é permitido QSO em CW nas frequências destinadas prioritariamente ao modo SSB e não é permitido QSO em SSB nas frequências destinadas prioritariamente ao modo CW.

9-Chamada

9.1-CW: CQ BNR

9.2-FONIA: CQ RIACHUELO

10-Mensagens

10.1- Operador Único (OM) – Classes A B, C —————————–

RS (T) + UF

10.2- Radioamadoras- (YL) – Classes A B, C —————————–

RS (T) + YL

10.3- Grupos – Clubes, Associações e Multi-Operadores —————-

RS (T) + UF

10.4- Estações QRP ————————————————————

RS (T) + QRP

10.5- Estações Militares (OM e Individual) ——————————–

RS (T) + MIL

11-Pontuação

11.1-QSO com PY1BJN = 10 Pontos (Estação organizadora e participação HORS CONCOURS 11.2-QSO com Estações Militares (OM e individual) = 08 pontos

11.3-QSO com Estações YLs = 06 Pontos

11.4-QSO com estações QRP = 03 Pontos

11.5-QSO com demais estações = 02 Pontos

12-A pontuação final é obtida pela soma dos pontos dos QSO confirmados, multiplicada pela soma do total de multiplicadores confirmados.

13-Multiplicadores

Os diferentes estados (UF) brasileiros (ver tabela) e as Ilhas Brasileiras (Arquipélago de Fernando de Noronha; Penedos de São Pedro e São Paulo; Ilha de Trindade; Atol das Rocas; Ilhas de Martim Vaz) e Região Antártica Brasileira, trabalhados uma única vez.

14-Prêmiação

14.1-SSB:

1º colocado: troféu + diploma, por categoria. (Ítem 5)

14.2-CW:

1º colocado: troféu + diploma, por categoria. (Ítem 5)

14.3-MISTO: 1º colocado: troféu + diploma, por categoria. (Ítem 5)

Todos os concorrentes poderão baixar o certificado em formato digital, no site http://www.gcen.org.br

15-Logs e Resultados

15.1-Só será aceito log no formato ”CABRILLO” e com QTR UTC, Modelo do log Cabrillo

15.2-Sugerimos a utilização dos softwares N1MM

15.3-Baixe aqui o arquivo de instruções e os arquivos de configuração para utilizar o N1MM

15.4-Os logs serão recebidos apenas via web via http://www.gcen.org.br/logcheck/index.html até as 23h59min de 09 julho do ano do concurso. A apresentação de qualquer log por outro meio ou após

Página 5 de 6

esta data não será aproveitado. O nome do arquivo deve ser “indicativo.cbr”, exemplo: PT9RF.cbr;

15.5-O resultado provisório será divulgado até o dia 15 de julho do ano do concurso.

15.6-Caso sua operação seja com Multi-operadores, envie o indicativo e nome dos operadores para a emissão dos certificados individuais. No caso de colaboradores, sem COER, poderão receber o certificado como “assistente”, observado o ítem 16.8

15.7-O limite máximo de diferença no QTR de QSO entre logs, é de 5 minutos. (Ajuste o QTR do seu computador, antes de iniciar o concurso)

16. Penalidades

16.1-Anotação incorreta do Indicativo: perda de QSO para quem anotou errado;

16.2-Anotação incorreta do Exchange: perda do QSO para quem anotou errado;

16.3-Duplicação de QSO: não há penalidade, apenas um QSO será validado;

16.4-Divergência de banda: perda do QSO para ambos;

16.5-Divergência de QTR, acima de 5 minutos: perda do QSO para ambos;

16.6-O uso do DX Cluster é permitido, porém o auto spot é proibido: perda de 100 pontos por auto spot comprovado, da estação principal ou de um dos operadores;

16.7-Chamar uma estação ou CQ em QRG “ocupada” por outra estação: Se intencional e comprovado por gravação, perda de 100 pontos para o infrator.

16.8-É vedada a operação (para pontuar) por pessoas sem COER: Desclassificação;

16.9-É vedada a operação (para pontuar) de portadores de COER em QRG não autorizada a sua classe: Desclassificação.

16.10-Além das penalidades acima, a violação das regras do concurso ou da legislação nacional sobre radioamadorismo ou ainda conduta antidesportiva pode levar a uma ação desclassificação ou reclassificação para categoria Check log.

16.11– Check log não pontua para a classificação entre clubes 17-Recursos/Denúncias

17.1-Recursos e Denúncias, serão aceitos(as) até 72hs após divulgação do resultado provisório, através do e-mail organizacao-riachuelo@outlook.com

17.2-Não será aceito pedido de correção de log que possa alterar a classificação do concorrente ou do seu clube, após a divulgação do resultado provisório.

18-Declaração:

Ao enviar seu log de participação no Concurso Riachuelo você concorda que:

18.1-Leu e entendeu as regras do concurso e concorda em segui-las;

Página 6 de 6

18.2-Tem operado de acordo com todas as regras e regulamentos pertencentes ao radioamadorismo de seu país,

18.3-Seu log pode ser aberto ao público e,

18.4-Todas as ações e decisões da Comissão Organizadora do Contest Riachuelo são oficiais e

finais…

19-Regras Gerais

19.1-Todos os transmissores, receptores e antenas da estação devem estar localizados dentro de um círculo de 500 metros de diâmetro. Todas as antenas devem estar fisicamente conectadas aos transmissores e receptores. O uso de equipamentos de recebimento fora do círculo de 500 metros é considerado antidesportivo e a violação desta regra sujeita o participante a desclassificação.

19.2-Uma estação que esteja em conformidade com o item 19.1 pode ser operada remotamente via conexão de rede. Uma estação operada remotamente deve obedecer os limites de licença da estação, limites da licença do operador e as limitações de sua classe. O indicativo de chamada usado deverá ser o indicativo licenciado para a estação a ser operada remotamente. Receptores remotos fora do local da estação não são permitidos.

19.3-É proibido solicitar contatos por telefone, WhatsApp, internet, e-mail, etc. durante do concurso;

19.4-A partir de 2019, o CBNR torna público todos os logs recebidos, com o objetivo de mostrar transparência do concurso, permitindo que os participantes estudem os registros para obter estratégias e técnicas melhores.

19.5-Os Check logs não serão divulgados. Esses registros são recebidos para ajudar o comitê de competição e não terão a pontuação publicada nos resultados.

19.6-Os logs divulgados terão os campos Endereço e EMAIL removidos. Sempre que possível, tentamos encontrar endereços de e-mail no SOAPBOX e os removeremos, para proteger a privacidade dos participantes.

19.7-Dupes são contatos feitos com a mesma estação na mesma banda e modo. Se o primeiro contato entre as estações for válido, os dupes terão valor de 0 pontos. Se o primeiro contato não for válido, o segundo contato (dupe) é aceito. Recomendamos NÃO DELETAR QSO DUPE

19.8-O recebimento do log é confirmado por e-mail e pela publicação na página “logs recebidos” no site do GCEN.

19.9-Todo participante que enviar seu log poderá, caso deseje, receber o relatório UBN, contendo todos seus QSO, seus resultados (previsto e confirmados), contendo seus erros e erros das estações de trabalhada.

20-Os logs publicados serão “utilizados” no processo de apuração do CBNR

Boa sorte

 

 

 

Expedição à Ilha das Palmas , IOTA SA-079, DIB RJ-026 -, será  de 24 a 26 de julho de 2020 .

 

O time  será composto por :

  • PY8WW – Renato Araújo
  • PY1CG – Carlos Guinle ( Pilot)
  • PY1MT – Marcelo Tavares

A Ilha das Palmas será ativada pela primeira vez, ela compõe o grupo de ilhas “Rio de Janeiro State Centre group – IOTA-079” e será um novo DIB para o Brasil, o RJ-026.

 

O time seguirá todas as regras de prevenção a covid -19 mantendo  distanciamento, uso de máscara, uso de álcool gel e etc

A Ilha das Palmas é uma pequena ilha do Rio de Janeiro inabitada e  sem nenhuma infraestrutura, lá não existe energia elétrica nem água potável. O desembarque é feito sobre os rochedos e as condições do mar  geralmente não são boas, o grid locator é GG86FW.

 

Serão ativadas as bandas de 10-15-20-40-80 metros nos modos CW, SSB e DIGITAIS

 

 

 

AVHFC

 

 

 

ARAUCARIA VHF WORLD WIDE CONTEST

1.  Período:

  • Edição de Outono (Hemisfério Sul): primeiro final de semana cheio de Maio; Das 00h UTC do Sábado até as 16h UTC do
  • Edição de Primavera (Hemisfério Sul): penúltimo final de semana cheio de Outubro; das 00h UTC do Sábado até as 16h UTC do
  1. Objetivo: Realizar o maior número de contatos e trabalhar diferentes grids squares dentro do período de competição.

Apenas contatos ponto‐a‐ponto serão válidos (excluído uso de links VoIP, EME, satélites).

 

  1. Bandas: 6 metros (50 MHz) e 2 metros (144 MHz) observando os planos das bandas e subfaixas no respectivo país de operação.

 

  1. Modos: FM, SSB, CW

5.  Categorias:

  • PY– ESTAÇÕES BRASILEIRAS
    • SOAB: Operador único, Todas as Bandas;
    • SO50: Operador único, apenas 50 MHz;
    • SO144AM: Operador Único, apenas 144 MHz todos os modos;
    • SO144FM: Operador Único, apenas 144 Mhz, apenas FM;
    • MOAB: Múltiplos Operadores, Todas as Bandas;
    • CHECKLOG: Log enviado para auxílio na verificação dos Sem ranqueamento.
  • DX: ESTAÇÕES ESTRANGEIRAS
    • SOABDX: Operador único, Todas as Bandas;
    • SO50DX: Operador único, apenas 50 MHz;
    • SO144DX: Operador Único, apenas 144 MHz todos os modos;
    • MOABDX: Múltiplos Operadores, Todas as Bandas;
    • CHECKLOG: Log enviado para auxílio na verificação dos Sem ranqueamento

Os competidores poderão realizar contatos em todas as bandas e enviar log para apuração escolhendo uma categoria específica de competição.

Os contatos da banda não escolhida para competir serão usados como checklog. Apenas serão consideradas Checklog as estações que efetuarem o envio do log

  1. QSO: Trocar sinal (RS ou RST) e grid square da estação (os 6 primeiros dígitos do localizador mundial). Exemplo: “59 GG46LA” para SSB e “599 GG46LA” para
  2. Multiplicadores: O número de diferentes grids square trabalhados por banda, independentemente do

8.  Pontos:

  • Um ponto por diferente estação trabalhada em 6m, por modo;
  • Dois pontos por diferente estação trabalhada em 2m, por modo;
  • Um ponto por Km por diferente estação trabalhada;
  • A pontuação final é calculada pela a soma de diferentes grids squares trabalhados em cada banda, vezes a soma  das  pontuações por banda, e a  adição do somatório das distâncias trabalhadas por banda:

sendo:

PF = Pontuação Final

∑ PTS = Somatório de pontos por banda

∑ GRIDS = Somatório de grid squares por banda

∑ DST = Somatório de Km por banda

 

9.  Prêmios:

  • Placas
    • Serão distribuídos troféus às seguintes estações:
      • Estações brasileiras 1ªs colocadas em todas as categorias
      • – Estações de DX 1ªs colocadas em todas as categorias
      • Melhor Radioamador brasileiro Classe C Somente válido se operando OPERADOR SIMPLES
      • Maior distância percorrida
      • Maior número de Grids Locator (4 dígitos)
      • Estação brasileira em DX Pedition melhor
      • Clube com maior pontuação acumulada de seus membros
      • Outras placas que a organização achar necessárias.
    • Somente serão entregues placas Caso uma categoria não tenha sua placa patrocinada por algum clube ou radioamador, o próprio radioamador vencedor da placa, poderá patrociná-la.

Todos os patrocinadores estarão elencados previamente na web site do concurso. Para ser elegível para placas, independente de categoria, o log da estação deverá ter um mínimo de 10(dez) contatos válidos

  • Diplomas para as todas as estações participantes, disponibilizados digitalmente na web site do concurso

10.  Logs:

  • Somente serão aceitos logs eletrônicos enviados por e‐mail até 5 dias após o términodo concurso, para todos os
  • O registo     eletrônico     deve    ser    no   padrão    Cabrillo     com    arquivo UDC construído para o software N 1MM.

O arquivo de configuração do AVHFWWC para o programa N1MM encontra-se no link a seguir:
https://www.avhfc.com/n1mm/vhfarau_sa.zip

A organização disponibilizará tutoriais para implantação do arquivo no N1MM, em tempo hábil para o conteste.

  • Não serão aceitos relatórios escritos (papel) e, ou, enviados fora do padrão
  • Relatórios recebidos  após  o  prazo  serão validados  como  check logs,  sem direito a premiação.
  • Os logs deverão ser postados na web page https://avhfc.com/sendlog

 

 

11.  Miscelâneas:

  • Apenas  um   indicativo   deve   ser   proferido   como   da   sua   respectiva   estação competidora durante o concurso;
  • É permitido o uso do DX Cluster, self-spoting serão punidos com desclassificação daestação;
  • Deverão ser respeitadas as  limitações  legais  de  sua  licença  e  as  regulamentaçõessobre radioamadorismo de seu país;
  • Para efeito de apuração serão usados 4 dígitos para multiplicadores de diferentes

grids square, e 6 dígitos para cálculo de distância entre as estações do contato bilateral;

  • Otimize sua estação para o melhor rendimento;
  • Para expedições  recomendamos  que  seja  observado  em  primeiro  lugar  o  fator SEGURANÇA dos participantes;
  • Os resultados serão divulgados até 90 dias depois da data‐limite para envio dos logs;
  • A entrega das Placas será no Encontro anual do Grupo Araucária de DX, oua critério da organização;
  • Os Diplomas estarão disponíveis para download e impressão na internet no ato da divulgação dos resultados;
  • Será declarado campeão brasileiro do VHF o radioamador ou grupo,a estação que fizer a maior pontuação na categoria PY;
  • Inconsistências no log e o não cumprimento das regras levará à desclassificação daestação.
  • Site Oficial do AVHFWWC para divulgação de informações e resultados:http://www.avhfc.com
  • A utilização do termo AVHFWWC em títulos de páginas ou grupos de redes sociais ou aplicativos somente com autorização expressa dos

https://i2.wp.com/labre.org.br/wp-content/uploads/2020/04/labre-diplomas.jpg

 

A LIGA DE AMADORES BRASILEIROS DE RÁDIO EMISSÃO – LABRE, com o objetivo de enaltecer o radioamadorismo em geral e como incentivo à prática de colecionar Diplomas e à prática do DX, disponibiliza os Diplomas abaixo discriminados:

WAB (WORKED ALL BRAZIL) está disponível para todos os radioamadores do mundo que confirmem contato com estações brasileiras em todos os 26 (vinte e seis) estados da Federação e a Capital do País, Brasília (PT2) O Diploma poderá ser trabalhado em todos os modos e bandas permitidos com endosso para os modos CW, SSB e Digital.

WAA (WORKED ALL AMERICA) está disponível para todos os radioamadores do mundo que confirmem contato com 45 (quarenta e cinco) países nas áreas geográficas americanas, segundo a lista oficial de DXCC. Um deles, obrigatoriamente, deverá ser o Brasil. O Diploma poderá ser trabalhado em todos os modos e bandas permitidos com endosso para os modos CW, SSB e Digital.

WAO (WORKED ATLANTIC OCEAN) está disponível para todos os radioamadores do mundo que confirmem contatos com 35 (trinta e cinco) entidades DXCC banhados pelo Oceano Atlântico e uma estação dos estados da costa brasileira banhados pelo atlântico relacionados abaixo:

PP1 – PY1 – PY2 – PY3 – PP5 – PY5 – PP6 – PY6 – PP7 PR7 – PS7 – PT7 – PY7 – PQ8 – PR8 – PS8 – PY8
Ilhas Oceânicas: PY0.

Contatos com estações da Capital Federal, Brasília (PT2), valerão como coringa.

O Diploma poderá ser trabalhado em todos os modos e bandas permitidos com endosso para os modos CW, SSB e Digital.

DBDX (BRAZILIAN DX DIPLOMA) está disponível para todos os radioamadores do mundo que confirmem contatos com um mínimo de 30 (trinta) países diferentes constantes da lista oficial do DXCC, sendo obrigatoriamente um deles o Brasil. Todos os contatos válidos somente nas bandas de 160, 80, 40 e 30 metros. O Diploma poderá ser trabalhado em todos os modos e bandas indicadas com endosso para os modos CW, SSB e Digital.

NORMAS GERAIS

  • Todas as estações contatadas serão estações de radioamadores licenciadas de acordo com a legislação nacional e internacional, nas bandas autorizadas para a sua classe, seguindo convenções internacionais.
  • Todos os contatos serão com estações terrestres, não sendo permitidos contatos com estações móvel-marítimo ou móvel-aéreo.
  • O Log deverá conter Nome, Endereço, Indicativo do solicitante e relação das estações trabalhadas com indicativos, data, hora, modo e

AUTENTICAÇÃO DOS CONTATOS

Primeira Opção:

Todos os LOGs deverão ser autenticados pelo radio clube local ou, na falta deste, por dois radioamadores de classe superior do país solicitante. Os LOGs serão conferidos pelo Diretor de Radioamadorismo da LABRE exatamente como forem recebidos e enviados para:
LABRE
Caixa Postal 4 Brasília, DF 70351-970

O solicitante deverá enviar juntamente com o LOG 10 (dez) selos de 1º porte (no caso de radioamadores brasileiros) ou 10 (dez) dólares americanos (no caso de radioamadores estrangeiros). O pagamento poderá ser feito via PayPal para qsl@labre.org.br e o Diploma requisitado será enviado impresso para seu endereço.

Segunda opção:

Todos os LOGs serão validados por meio de “print” de tela ou digitalizados a partir de contatos confirmados via LoTW, e-qsl e QSLs fisicos (foto). As solicitações deverão ser enviadas para o e- mail awards@labre.org.br, e após a verificação, será emitido o respectivo Diploma via digital em PDF sem custo, cabendo ao solicitante a responsabilidade pela sua impressão.

CQ MANCHESTER MINEIRA DX CONTEST

Publicado: abril 17, 2020 em Uncategorized

CQMM DX Contest

 

O  CQMM DX CONTEST  é  a  continuidade  do  conhecido  e  vitorioso  concurso  Manchester  Mineira  All  América  CW  Contest  (  MMAA  CW  CONTEST  ) ,  sendo organizado ,  coordenado   e   apurado   pelo   CWJF GROUP   desde  1993.  O   concurso   começou  inicialmente  limitado  ao  Brasil  ( 1993 a 1996 ) ,  mas com seu rápido crescimento , acabou sendo ampliado  para toda a América do Sul  ( 1997 a 2006 )  e depois novamente ampliado para  todas  as  Américas ( 2007 a 2010 ).

A  partir  do  ano  de  2011 , em uma decisão corajosa , o  concurso  passa  a  ser  uma  competição  de  nível  mundial  e  realizada  entre  todos  os  6  continentes.

1 – OBJETIVO :

a ) Promover a união e integração de todos os radioamadores do mundo;

b ) Promover condições para a obtenção dos 2 diplomas do CWJF GROUP e de outros diplomas existentes no Brasil;

c ) Promover a arte do CW entre os radioamadores, clubes e grupos praticantes dessa modalidade em todo o mundo.

A cidade de Juiz de Fora é conhecida como a ” Manchester Mineira ” por ter sido uma das cidades mais industrializadas da América Latina. Em nossa cidade , foi instalada a primeira Usina Hidrelétrica da América do Sul ( Usina Hidrelétrica de Marmelos )  no ano de 1889 , localizada no Rio Paraibuna.

2 – DATA E PERÍODO DO CONCURSO :

2.1 ) É realizado anualmente no 3º fim de semana completo de Abril.

2.2 ) Início: Sábado – 09:00 UTC ( 06:00hs PT2 ) ; Final: Domingo – 23:59 UTC ( 20:59hs PT2 ).

3 – MODO & BANDAS :

3.1 ) Modalidade: Exclusivamente CW (A1A);

3.2 ) Bandas: 80, 40, 20, 15 e 10 metros.

4 – CATEGORIAS :

Todas as categorias abaixo concorrem separadamente por continente: SA / NA / EU / AS / OC / AF.

4.1 ) M/S – Multi Operador, Transmissor Único, Todas as Bandas ( HP / LP ) :

Definições gerais:

– Não há limite do número de operadores. Não é necessário ser Clube ou Associação, basta ter mais de um operador durante o período da competição.

– A estação principal pode transmitir a qualquer momento, fazer CQ e responder a CQ’s.

– Esta categoria poderá utilizar uma segunda estação chamada de “caçadora” que deverá buscar novos multiplicadores em uma banda diferente da estação principal. Portanto, os sinais em duas bandas diferentes são permitidos somente se a estação caçadora estiver trabalhando um novo multiplicador.

– A estação “caçadora”, não poderá chamar CQ.

– Os transmissores e receptores devem estar localizados dentro de um círculo de 500 metros de raio.

– Todas as antenas utilizadas devem estar fisicamente ligadas por fios aos transmissores e receptores usados pelo participante.

Novidade em 2018

Divisão por potência para Multi Operadores /  Transmissor Único / Todas as Bandas ( HP / LP ) :

– MO / ST / AB / HP – A potência total de saída não deve exceder 1.500 watts ou limitado à potência máxima de saída permitida pela sua licença e/ou pelo país em que estiver operando.

– MO / ST / AB / LP – A potência total de saída nunca deve exceder 100 watts.

4.2 ) SO / AB – Operador Único, Transmissor Único, Todas as Bandas ( HP / LP ) :

Definições gerais:

– Apenas o participante deverá realizar todas as funções relativas à transmissão, escuta e registros dos contatos durante todo o período da competição. Não é permitido utilizar ajuda externa para realizar qualquer QSO.

– O participante poderá mudar de bandas sem restrições. Apenas um sinal pode ser transmitido em qualquer momento em qualquer banda.

– Os transmissores e receptores devem estar localizados dentro de um círculo de 500 metros de raio.

– Todas as antenas utilizadas devem estar fisicamente ligadas por fios aos transmissores e receptores usados pelo participante.

Divisão por Potência :

– SO / AB / HP – Operador Único, Todas as Bandas, Alta Potência: a potência total de saída não deve exceder 1.500 watts ou limitado à potência máxima de saída permitida pela sua licença e/ou pelo país em que estiver operando.

– SO / AB / LP – Operador Único, Todas as Bandas, Baixa Potência: a potência total de saída nunca deve exceder 100 watts.

4.3 ) SO / SB – Operador Único, Banda Única :

Definições gerais:

– Apenas o participante deverá realizar todas as funções relativas à transmissão, escuta e registros dos contatos durante todo o período da competição. Não é permitido utilizar ajuda externa para realizar qualquer QSO.

– O participante da categoria Banda Única poderá operar nas cinco bandas, mas é obrigatório definir no log, qual banda está concorrendo.

– O participante que realizar QSO’s em mais de uma banda, deverá incluir no log, obrigatoriamente, todos os contatos realizados (para facilitar o processo de verificação cruzada), porém seu escore final será apenas referente aos QSO’s da banda escolhida e informada no log enviado. Os demais contatos serão considerados como check-log.

– Os transmissores e receptores devem estar localizados dentro de um círculo de 500 metros de raio.

– Todas as antenas utilizadas devem estar fisicamente ligadas por fios aos transmissores e receptores usados pelo participante.

Divisão por Potência :

– SO / SB / HP – Operador Único, Banda Única, Alta Potência: a potência total de saída não deve exceder 1.500 watts ou limitado à potência máxima de saída permitida pela sua licença e/ou pelo país em que estiver operando.

– SO / SB / LP – Operador Único, Banda Única, Baixa Potência: a potência total de saída nunca deve exceder 100 watts.

4.4 ) SO / AB / QRP – Operador Único, Todas as Bandas :

– Submetido às mesmas definições gerais listadas no item 4.2;

– A potência total de saída não deve exceder 5 watts.

4.5 ) SO / AB / YL – Operadora Única , Todas as Bandas :

– A estação YL, além de concorrer ao certificado / placa somente entre as estações YL’s, independente do continente, concorrerá normalmente com as outras estações participantes do concurso, na categoria escolhida;

– Sem divisão de potência.

5 – REDES DE ALERTA :

A utilização de Redes de Alerta (por exemplo, DXCluster, Skimmer, etc.) é permitida para todas as categorias. Os participantes podem receber informações sobre indicativo e freqüência de outras estações durante a competição, no entanto é estritamente proibido solicitar, por qualquer meio, que outros venham a anunciá-lo durante a competição ou fazer o auto-anúncio – anunciar a si próprio em qualquer Rede de Alerta, por exemplo, Twitter, MSN, Skype, etc. A violação desta regra resultará em penalidades ou até desqualificação.

6 – CONTATOS VÁLIDOS :

6.1 ) São todos os QSO realizados entre duas estações durante a competição e confirmados através do cruzamento de dados dos logs recebidos;

6.2 ) Na ausência do log de uma das partes, serão consideradas estações participantes da competição aquelas cujo indicativo aparecer em pelo menos 5 logs diferentes recebidos;

6.3 ) É válido apenas um único contato por banda com cada estação. Os contatos duplicados (DUPE) valem zero.

7 – CHAMADA CQ :

Sugerimos o uso da chamada “Test CQMM + <seu indicativo>” para o concurso, mas é permitido usar simplesmente o tradicional “CQ TEST MM“.

8 – TROCA DE MENSAGEM :

Todos devem enviar: RST + Continente ( ex: 599 SA, 599 EU ), exceto as estações abaixo.

8.1 ) Membros do CWJF ( lista ), devem enviar:

RST + Continente + M ( ex: 599 SAM, 599 EUM );

8.2 ) Estações QRP devem enviar:

RST + Continente + Q ( ex: 599 EUQ, 599 NAQ – mesmo que a estação QRP seja membro do CWJF ou YL );

8.3 ) Estações YL devem enviar:

RST + Continente + Y ( ex: 599 OCY, 599 AFY – mesmo que a estação YL seja membro do CWJF ou QRP );

8.4 ) Multi-Operadores, Clubes ou Grupos devem enviar:

RST + Continente + C ( ex: 599 NAC, 599 EUC ).

9 – PONTOS POR QSO :

9.1 ) QSO confirmado no mesmo país vale 1 ponto em qualquer faixa;

9.2 ) QSO confirmado com um país do mesmo continente valem 2 pontos em 10, 15 e 20 metros e valem 4 pontos em 40 e 80 metros;

9.3 ) QSO confirmado com um país de outro continente valem 3 pontos em 10, 15 e 20 metros e valem 6 pontos em 40 e 80 metros;

9.4 ) QSO confirmado com membro do CWJF, estação QRP ou YL, valem 10 pontos em qualquer faixa (independentemente do país ou continente);

9.5 ) Estação Móvel Marítimo (/MM) não vale como multiplicador, mas valem 3 pontos em qualquer  banda, país ou continente a partir do qual o contato foi realizado.

10 – MULTIPLICADORES :

Serão utilizados dois tipos de multiplicadores para todos os Países e Continentes:

10.1 ) Todos os diferentes PREFIXOS da América do Sul trabalhados uma vez em cada banda;

10.2 ) Todos os diferentes países do DXCC trabalhados uma vez, independente da banda.

Informações adicionais:

– Estação móvel marítimo (/MM) não será considerada válida como multiplicador. Exemplo: PY4KL/MM.

– O CWJF incentiva a utilização de prefixos especiais pelos radioamadores do Brasil e demais Países da América do Sul, principalmente por serem multiplicadores valiosos.

– Será atribuído um zero (Ø) após a segunda letra do prefixo sem número. Exemplo: ZP/PY4KL será considerado ZPØ apenas para o processo de checagem do log. O participante não deve incluir esta modificação no seu log.

11 – PONTUAÇÃO FINAL :

Para todas as estações (independentemente do país ou continente), a pontuação final é o resultado da soma dos pontos obtidos em cada faixa, multiplicado pela soma dos multiplicadores (prefixos SA + países DXCC):

Pontuação Final = Pontos de QSOs x (Prefixos SA em cada banda + Total de Países DXCC)

Exemplo: 400 pontos de QSO x 50 multiplicadores (40 Prefixos SA + 10 Países DXCC) = 20.000 pontos na Pontuação Final.

12 – CERTIFICADOS E PLACAS :

Certificados e Placas serão concedidos pelo Grupo CWJF. Estes prêmios são patrocinados por Radioamadores, Clubes, Grupos ou Empresas. Se você deseja ser um patrocinador, entre em contato com o Grupo CWJF. Caso sua placa não tenha tido um patrocinador, você poderá patrocinar sua própria placa. Entre em contato com o Grupo CWJF.

From 2017

12.1 ) Certificados :

a ) Todos os participantes na divulgação do resultado final ( exceto checklog ), receberão um certificado mencionando a pontuação e a classificação em seu país , em seu continente e no mundo. Nenhum certificado será enviado pelos Correios. Todos os certificados estarão disponíveis para Download em PDF;

12.2 ) Placas :

a ) A estação com a maior pontuação final em cada categoria será considerada campeã mundial e receberá uma placa especial, independentemente do continente, desde que tenha um patrocinador.

b ) A estação YL que obtiver a maior pontuação final, independentemente do continente ou da categoria escolhida, receberá uma placa especial, desde que tenha um patrocinador.

13 – DESCLASSIFICAÇÃO :

13.1 ) Violação das leis e normas que regulamentam o Serviço de Radioamador no País no qual estiver operando a estação participante;

13.2 ) Violação de qualquer parte deste regulamento;

13.3 ) Auto-anúncio ou solicitar contatos por telefone, telex, internet, rádio-pacote e afins durante o concurso;

13.4 ) Incluir créditos excessivos de QSO’s e multiplicadores inexistentes ou não confirmados;

13.5 ) Deixar de praticar e/ou não promover o Fair Play (“Jogo Limpo”) durante a competição.
Todos os itens acima são motivos de desclassificação, pois o nosso objetivo é manter uma concorrência leal e evitar operações ou procedimentos anti-desportivo.

As decisões tomadas pela comissão do concurso são finais.

14 – CONTATOS DUPLICADOS :

14.1 ) São contatos duplicados aqueles realizados com a mesma estação na mesma banda mais de uma vez;

14.2 ) Recomendamos que os contatos duplicados sejam deixados no log. Não elimine os contatos duplicados do seu log.

15 – REQUISITOS GERAIS PARA ENVIO DO LOG :

O CWJF GROUP , responsável pela apuração do CQMM DX Contest , apreciaria receber seu log em formato eletrônico.

a ) Envie por e-mail o seu log no formato CABRILLO, que é o padrão para os logs de competições e está disponível em todos os grandes programas de log;

b ) Nome do arquivo de log deve ser o seu <indicativo-usado-no-contest.log>, exemplo: py4kl.log;

c ) No cabeçalho do log, você deverá especificar a categoria na qual está participando e o endereço postal completo para posterior envio do resultado do participante, placas, certificados e troféus.

d ) Um log sem todas as informações exigidas poderá ser classificado como checklog;

e ) Os horários devem estar em UTC;

f ) Não é necessário calcular sua pontuação final. Isso será realizado por nosso software de apuração;

g ) O log eletrônico deve ser enviado por e-mail para: cwjf@cqmmdx.com e antes de enviar seu log, lembre-se de colocar no campo ASSUNTO o indicativo utilizado na competição. O servidor verificará as informações do seu log e acusará o recebimento por e-mail dentro de 48 horas no máximo;

h ) Você também pode usar o Web Form Cabrillo para gerar o seu log no formato correto ( cabrillo 3.0 ). Clicar no link abaixo;
Programa para gerar seu log

i ) Logs escritos à mão devem ser feitos separadamente por banda. Cada QSO deve conter o indicativo de chamada, hora, banda e o RST (enviado e recebido). Modelo disponível no link abaixo;

http://www.cqmmdx.com/paper-log

j ) Dicas para instalação do programa N1MM para utilização no CQMM DX CONTEST :

Acesse o vídeo: youtu.be/zLlLjJOmF9o

k ) Os logs preenchidos em papel devem ser enviados para: CWJF GROUP, Rua Dr. Edgard Quinet 35 / 401, 36036-080  Juiz de Fora – MG, Brasil.

16 – PRAZO PARA ENVIO DO LOG :

a ) Os Log’s devem ser enviados até o dia 31 / Maio.

b ) Todos os Log’s recebidos de 1º de junho a 30 de junho serão considerados apenas como CHECK-LOG e ficam inelegíveis para qualquer premiação;

c ) Após essa data ( 30 de Junho ), mais nenhum Log será aceito.

17 – DECLARAÇÃO :

Ao enviar seu log de participação para o CQMM DX CONTEST, você concorda que:

a ) Leu e cumpriu as regras do concurso e concorda em seguir as mesmas;

b ) Participou do concurso de acordo com todas as normas e regulamentos pertinentes ao radioamadorismo de seu país;

c ) Seu log poderá vir a ser aberto aos interessados , caso o CWJF GROUP entenda como procedente a solicitação.

d ) Todas as ações e decisões do CWJF GROUP ( organizador do CQMM DX CONTEST ) , são oficiais e finais.

18 – DIVULGAÇÃO DO RESULTADO :

O CWJF GROUP, assume o compromisso de anunciar o resultado do CQMM DX CONTEST, conforme programação abaixo :

Resultado Final : No final de Março / 2020

O resultado será publicado nas páginas do CWJF GROUP e na página do CQMM DX CONTEST , além de enviarmos o resultado a todos os participantes e aos principais Clubes e Grupos do Brasil e do exterior.

http://www.cwjf.com.br   e  http://www.cqmmdx.com

Por Alisson, PR7GA

Na semana passada, Cabo verde foi novamente palco de quebra de recordes nas bandas de 2 metros e 70 centímetros. Numa espetacular abertura iniciada em 07/04, a estação D4VHF, de Cabo Verde, foi ouvida no Caribe, distante mais de 4000 quilômetros daquela ilha africana.

O primeiro contato foi com a estação FG8OJ, localizada na ilha caribenha de Guadalupe. Foram quase 3.900 quilômetros vencidos na banda de 70 centímetros (432 MHz), e por este contato, pela primeira vez na história, o oceano atlântico foi vencido na banda de UHF de 70cm. O modo utilizado foi o FT8, modo digital.

Mapa com a localização das duas estações

Este foi o primeiro contato, mas o recorde de distância não se manteve por muito tempo. A cada dia, outros colegas iam conseguindo contato com Cabo Verde e conseguiam aumentar a distância máxima, até que, em 10/04, o recorde ficou estabelecido quando a estação WP3DN, de Porto Rico, fechou contato: 4.370 km!

Recorde absoluto: 4.370 km!

Um feito e tanto para uma banda tida como de baixo alcance por muitos colegas desavisados! Detalhe é que alguns destes vários contatos entre Cabo Verde e Caribe em UHF foram feitos com simples antenas verticais de 5/8 de onda e com apenas 50 watts. Detalhes podem ser encontrados nesta página.

Mas a festa não ficou só na faixa de UHF. Os dois metros também renderam muito.

Começou em 08/04, quando Cabo Verde foi ouvido e fechou contato em 144 MHz via FT8 com PJ2BR, na ilha de Curaçao. Desta vez, foram incríveis 4.759 km de distância entre as estações, determinando um novo recorde de distância num contato transatlântico. Isto foi cerca de 300 km mais distante que o recorde anterior, estabelecido entre D41CV e NP4BM  (Porto Rico) em junho de 2019. O QTC da ECRA noticiou este recorde na época. Clique aqui para ler.

Mas a incrível abertura ainda permitiu algo mais: contatos em FONIA! O mesmo PJ2BR conseguiu falar com Cabo Verde em 10/04, estabelecendo também um recorde em SSB, além de Digital FT8.

O mesmo aconteceu com outros colegas que aproveitaram as excelentes condições de propagação. Vejam abaixo dois contatos, o primeiro com a ilha de Martinica, e o segundo com a ilha de Santa Lúcia:

Mas as condições não poderiam durar para sempre. A festa durou até o dia 12, quando os últimos contatos na casa dos 4 mil quilômetros foram fechados. Mas a qualquer momento outras aberturas podem acontecer, e certamente os colegas daquela região estarão atentos.

Viva o radioamadorismo! Viva o DX!

Fonte : QTC DO ECRA

V31HQ sofre incêndio .

Publicado: abril 15, 2020 em Uncategorized

V31HQ burned down – help needed.

As instalações do Clube de Radioamadores de Belize V31HQ foram destruídas por um incêndio.

 

Marc, V31MA, informa sobre a comunidade internacional de radioamadores que tentam reconstruir

As instalações do Belice Amateur Radio Club V31HQ foram destruídas pelas chamas.

Marc, V31MA, informa sobre a comunidade internacional de radioamadores que tentam reconstruir  o quanto antes que seja possível a sede. muito ativa  nos últimos anos,  V31HQ estava sempre participando dos grandes contestes.

Entre os irrecuperáveis ​​estão um transceptor Flex 6400 e outro Kenwood TS-480SAT e amplificadores.

As antenas não foram afetadas pelo incêndio devastador, apenas uma parte dos coaxiais.

Geograficamente Belize é parte da América Central  e suas fronteiras com a Guatemala e o México.
Depois do último país das Américas, no Alcântara, na independência, em 1981, a irmã oficialmente Isabel II do Reino Unido manteve-se como soberana, a mesma que em outros territórios no Caribe.A imagem pode conter: atividades ao ar livre

 

 

 

A Comissão organizadora do CQSA-10 M, divulgou este final de semana o resultado final para a versão 2020, o conteste que se iniciou em 2016 chegou a sua 5 º edição, a cada ano o numero de participantes vem crescendo mesmo com a baixa do fluxo solar.

Abaixo o Resultado Final :

 


Regulamento WPX Português.

Publicado: março 24, 2020 em Uncategorized

Resultado de imagem para CQ World Wide WPX Contest

CQ World-Wide WPX Contest 2020

 

SSB: 28-29 de março de 2020     CW: 30-31 de maio de 2020 Início: Sábado 0000 UTC                                Término: Domingo 2359 UTC

  1. OBJETIVO: Para radioamadores de todo o mundo contatarem o máximo de radioamadores e prefixos possíveis durante o período de operação.

 

  1. PERÍODO DE OPERAÇÃO: 48 Estações Operador Único podem operar até 36 das 48 horas – Os intervalos devem ser de no mínimo 60 minutos durante os quais nenhum QSO pode ser registrado. Estações Multi Operadores podem operar todas as 48 horas.

 

  • BANDAS: Somente as bandas de 8, 3.5, 7, 14, 21, e 28 MHz podem ser utilizadas. O cumprimento dos planos de banda estabelecidos é fortemente recomendado.

 

  1. TROCA DE REPORTAGEM: Reportagem RS(T) mais um número de série progressivo de contato começando com 001 para o primeiro Nota: Competidores Multi-two e Multi-Unlimited usam sequências separadas de número de série em cada banda.

 

 

V.   PONTUAÇÃO:

 

  1. Pontuação: A pontuação final é o resultado do total de pontos de QSO multiplicado pelo número de prefixos diferentes trabalhados.

 

  1. Pontos de QSO: Uma estação pode ser trabalhada uma vez em cada banda para crédito de ponto de QSO:

 

  1. Contatos entre estações em continentes diferentes valem três (3) pontos em 28, 21 e 14 MHz e seis (6) pontos em 7, 5 e 1.8 MHz.

 

  1. Contatos entre estações no mesmo continente, mas países diferentes valem um (1) ponto em 28, 21 e 14 MHz e dois (2) pontos em 7, 5 e 1.8 MHz. Exceção: Apenas para estações norte-americanas – contatos entre estações dentro das fronteiras norte-americanas (ambas as estações devem estar localizadas na América do Norte) valem dois (2) pontos em 28, 21 e 14 MHz e quatro (4) pontos em 7, 3.5 e 1.8 MHz.

 

  1. Contatos entre estações no mesmo país valem 1 ponto independentemente da

 

  1. Multiplicadores de Prefixo: O multiplicador de prefixo é o número de prefixos válidos Cada PREFIXO é contado apenas uma vez, independentemente da banda ou número de vezes que o mesmo prefixo for trabalhado.

 

  1. UM PREFIXO é a combinação de letras/algarismos que formam a primeira parte do indicativo de chamada de Exemplos: N8, W8, WD8, HG1, HG19, KC2, OE2, OE25, LY1000, etc… . Qualquer diferença nos números, letras ou na ordem das mesmas deve ser contado como um prefixo separado. Uma estação operando de uma entidade DXCC diferente da indicada pelo seu indicativo de chamada tem que se registrar como portátil. O prefixo portátil deve ser um prefixo autorizado do país/região de operação. Nos casos de operação portátil, a identificação de portátil então se tornará o prefixo. Exemplo: N8BJQ operando desde Wake Island assinaria N8BJQ/KH9 ou N8BJQ/NH9. KH6XXX operando desde Ohio, deve usar um prefixo autorizado para o8º distrito dos E.U.A. (/W8, /AD8, etc…). Aos designadores portáteis sem número será atribuído um zero (Ø) depois da segunda letra do designador portátil para formar o prefixo. Exemplo: PA/N8BJQ se tornaráPAØ. A todos os indicativos de chamada sem número será atribuído um zero (Ø) depois das primeiras duas letras para formar o prefixo. Exemplo: XEFTJW contaria como XEØ. Móvel-marítimo, móvel, /A, /E, /J, /P, ou outros identificadores de licença não contam como prefixos.

 

  1. Eventos especiais, comemorativos e outras estações de prefixo únicosão incentivados a Os prefixos devem ser emitidos ou permitidos pela autoridade de licenciamento do país de operação.

 

VI.   CATEGORIAS:

 

  1. Categorias Operador Único Single Operator: Todo o trabalho de operação e registro são executados por uma pessoa (o operador). Não há limite de trocas de Apenas um sinal transmitido é permitido em qualquer momento.
  2. Operador Único: Ajuda para localização de QSO de qualquer tipo está proibido (ver regra 2).
    1. Alta Potência (Todas as Bandas ou Banda Única) High Power (All Band or Single Band): A potência total de saída não deve exceder 1500 watts.
    2. Baixa Potência (Todas as Bandas ou Banda Única) Low Power (All Band or Single Band): A potência total de saída não deve exceder 100
    3. QRP (Todas as Bandas ou Banda Única) QRP (All Band or Single Band): A potência total de saída não deve exceder 5
  3. Operador Único Assistido Single Operator Assisted: Os participantes nesta categoria podem utilizar a ajuda para localização de QSO (ver regra 2).
    1. Alta Potência Assistido (Todas as Bandas ou Banda Única) High Power Assisted (All Band or Single Band): A potência total de saída não deve exceder 1500 watts.
    2. Baixa Potência Assistido (Todas as Bandas ou Banda Única) Low Power Assisted (All Band or Single Band): A potência total de saída não deve exceder 100 watts.
    3. QRP Assistido (Todas as Bandas ou Banda Única) QRP Assisted (All Band or Single Band): A potência total de saída não deve exceder 5

 

  1. Categorias Operador Único Overlay: Participantes “Operador

Único” também podem enviar seu registro para uma das categorias descritas abaixo adicionando uma linha escrito CATEGORY-OVERLAY no cabeçalho do arquivo de

 

registro Cabrillo. Todos os registros Overlay são agrupados em alta potência e baixa potência nos resultados.

 

  1. Tribanda/Elemento Único (TB-WIRES): Durante a competição um participante deverá utilizar apenas uma (1) tribanda (qualquer tipo com uma única linha de alimentação do transmissor à antena) para 10,15 e 20 metros e antenas de um único elemento em 40, 80 e 160 Antenas de recepção separadas não são permitidas nesta categoria.

 

  1. Novato (ROOKIE): Para participar nesta categoria, o operador deve ter sido licenciado como radioamador a três (3) anos ou menos da data da competição. A data da primeira licença do operador deve ser indicada no campo SOAPBOX. O operador que ganhou uma placa em qualquer concurso publicado pela CQ não poderá participar na categoria Rookie.

 

  1. Classic Operator (CLASSIC): O participante usará apenas um radio, sem auxílio para localização de QSO e o radio não pode receber enquanto estiver Não são elegíveis inscrições Operador Assistido (Assisted Operator) para esta categoria.

 

  1. Categorias Multi-Operador (apenas Todas as Bandas): Mais de uma pessoa pode contribuir para a pontuação final durante o período oficial da competição. A categoria é selecionada baseada no número de sinais

 

  1. Transmissor Único (MULTI-ONE)Single Transmitter: Apenas um sinal transmitido é permitido de cada Um máximo de dez (10) mudanças de banda pode ser feita em cada hora (00 até 59 minutos). Por exemplo, uma mudança de 20 metros para 40 metros e então voltar para 20 metros conta como duas mudanças de banda. Use uma única sequência de número de série para o registro inteiro.

 

  1. Alta Potência High Power: A potência total de saída para cada sinal transmitido não deve exceder 1500 watts.

 

  1. Baixa Potência Low Power: A potência total de saída para cada sinal transmitido não deve exceder 100 watts.

 

  1. CLASSIC Overlay: A estação na categoria MULTI-ONE pode escolher adicionar o CLASSIC Overlay se apenas um radio for usado e o radio não receber enquanto estiver transmitindo. Todas as outras regras Multi-One se aplicam.

 

  1. Dois Transmissores (MULTI-TWO): São permitidos no máximo dois sinais transmitidos de cada vez em duas bandas Ambos os transmissores podem trabalhar qualquer estação. Uma estação só pode ser trabalhada uma vez por banda independente de qual transmissor for usado. O log deve indicar qual transmissor fez cada QSO (coluna 81 do modelo de QSO CABRILLO para concursos CQ). Cada transmissor pode fazer um máximo de oito (8) mudanças de banda em cada hora (00 até 59 minutos). Use uma sequência de número de série separada para

 

cada banda. A potência total de saída para cada sinal transmitido não deve exceder 1500 watts.

 

  1. Multi-Transmissor (MULTI-UNLIMITED): Máximo de seis sinais transmitidos, um por banda, de cada Seis bandas podem ser ativadas simultaneamente. Use uma sequência de número de série separada para cada banda. A potência total de saída para cada sinal transmitido não deve exceder 1500 watts.

 

  1. Checklog: Log enviado para auxiliar a comprovação dos Este log não pontuará nos resultados nem será tornado público.

 

  • PREMIAÇÃO: Um log banda-única será elegível apenas para uma premiação banda-única. Para ser elegível a uma premiação, a estação operador-único deve comprovar no mínimo 4 horas de operação. Estações multi-operador devem operar no mínimo 8

 

  1. Placas: são concedidas por reconhecer desempenho superior em várias Veja a lista atual de placas e patrocinadores em

<www.cqwpx.com/plaques.htm>.

 

Apenas uma placa será premiada por inscrição. Não será considerada premiação para uma sub-área a uma estação vencedora de uma placa Mundial. Esse prêmio será entregue ao vice-campeão desta área se o número de entradas justificar o prêmio.

 

  1. Certificados: Serão disponibilizados para download certificados eletrônicos para todos que enviarem suas inscrições dentro do

 

 

  • COMPETIÇÃO DE CLUBES: Uma placa será concedida a cada ano para o clube que tiver a maior pontuação somada dos logs enviados pelos seus Para ser listado nos resultados, um mínimo de quatro logs devem ser recebidos de um clube.

 

  1. O clube tem de ser um grupo local e não uma organização nacional (por exemplo; ARRL ou DARC).

 

  1. Clubes USA: A participação está limitada a membros do clube que residam e operem dentro de um círculo de 250 milhas (402km) de raio com centro na sede do clube (exceto para expedições organizadas especificamente para o conteste composta por membros que residam dentro da área do clube).

 

  1. Clubes DX: A participação está limitada a membros do clube que residam e operem no mesmo país DXCC onde está situado o clube OU dentro de um círculo de 400 km de raio com centro na sede do clube (exceto para expedições organizadas especificamente para o conteste composta por membros que residam dentro da área do clube).

 

  1. Participante “operador-único” podem contribuir apenas para um A pontuação “multi-operador” pode contribuir para vários clubes como uma porcentagem do número de membros de cada clube que participam da

 

operação. Registros Checklog não serão contados para a pontuação do clube. O log deve indicar o nome completo do clube (ou dos clubes, no caso de multi-operadores). As contribuições de pontuações de expedições DX para um clube será a porcentagem do número de membros do clube na expedição.

 

 

IX.   DEFINIÇÕES DOS TERMOS:

 

  1. Local da estação: A área onde todos os transmissores, receptores e antenas estão localizados. Todos os transmissores e receptores devem estar dentro de um círculo de 500 metros de diâmetro. As antenas devem estar fisicamente conectadas aos transmissores e receptores por linhas de transmissão de RF.

 

  1. Ajuda para localização de QSO: O uso de qualquer tecnologia ou outra fonte que proporcione a identificação de indicativos ou multiplicadores do sinal para o operador. Isto inclui, mas não está limitado a, o uso

de decodificador de CW, DX Cluster, sites na Internet para DX spotting (por ex.: DX Summit), tecnologia de decodificação local ou remota de indicativos e frequências (por ex.: CW Skimmer ou Reverse Beacon Network), ou acordos de operação com outras pessoas.

 

 

X.   REGRAS GERAIS PARA TODOS OS PARTICIPANTES:

 

  1. Os participantes devem operar dentro dos limites da categoria escolhidaquando executar qualquer atividade que possa influenciar na sua pontuação.

 

  1. Deve ser usado um indicativo de chamada diferente para cada inscrição.Apenas o indicativo de chamada do participante pode ser usado para contribuirpara sua pontuação.

 

  1. Não exceder o limite de potência total de saída para a categoria escolhida emqualquer A potência total em qualquer banda e a qualquer momento é medida na saída do(s) amplificador(es) que estiver(em) ativo(s).

 

  1. Auto anúncio (self-spotting) ou pedir para outras estações anunciarem a sua operação não é

 

  1. Toda a operação deve ocorrer em um único local de estação. É permitida a operação remota se a localização física dos transmissores, receptores e antenas forem o local da estação. Uma estação remotamente operada deve obedecer a licença da estação, licença do operador e limites da O indicativo de chamada utilizado deve ter sido emitido ou permitido pela autoridade regulatóriado local da estação.

 

  1. Não são permitidos receptores remotos fora do local da estação.

 

  1. É permitido apenas um sinal em uma banda de cada Quando dois ou mais transmissores estiverem presentes na mesma banda, um dispositivo dehardware DEVE ser usado para prevenir mais de um sinal por vez. Não são permitidos CQ’s alternados em duas ou mais frequências na mesma banda.

 

  1. Todas as solicitações de contatos, respostas às chamadas, e cópia de indicativos de chamada e troca de reportagens devem ser executadas durante operíodo da competição, usando os modos e as frequências do

 

  1. Não é permitida a correção de indicativos de chamada usando qualquer basede dados, gravações, e-mail ou outros métodos após o término da competição.

 

  1. Os indicativos de chamada registrados devem ser os mesmos que foram trocados no ar pelos participantes durante o

 

  1. Para estações da Região 1 ITU: não é permitido transmitir acima de 7200kHzna banda de 40m durante o fim de semana da competição de SSB (fonia).

 

  1. Para estações da Região 1 ITU: não é permitido transmitir abaixo de 1810kHzdurante os finais de semana da competição.

 

 

 

  1. INSTRUÇÕES PARA OS LOGS: É exigido o envio eletrônico dos registros (logs) para todos os competidores que utilizam computador para registrar ou preparar os logs da competição.

 

  1. O log DEVE indicar o seguinte para cada contato: A data e a hora corretas em UTC, frequência (ou banda), indicativo de chamada da estação trabalhada, reportagem (exchange) enviada e reportagem (exchange) Um log sem todas as informações exigidas pode ser reclassificado como Checklog. Os contatos devem ser registrados imediatamente após serem completados. As estações que competem por prêmios Mundiais, Continentais e USA devem fornecer as frequências exatas para todos os contatos do log.

 

  1. Participantes “banda única” são obrigados a incluir todos os contatos feitos durante o período da competição, mesmo que em outras Somente os contatos feitos na banda especificada no cabeçalho Cabrillo ou folha de resumo serão considerados para fins de pontuação. Logs com contatos em apenas uma banda serão classificados como registros banda-única.

 

  1. O formato de arquivo CABRILLO é o padrão para os Para instruções detalhadas de como preencher o cabeçalho do arquivo CABRILLO, consulte a página do WPX Contest na Internet <www.cqwpx.com/cabrillo.htm>. Falha ao preencher o cabeçalho corretamente pode resultar em ser inscrito na categoria errada ou considerado como Checklog. Nota: As estações dos Estados Unidos devem indicar a localização da estação no cabeçalho do arquivo CABRILLO (por exemplo, LOCATION: OH).

 

  1. O método para envio do log é o upload via O link para upload dos logs está disponível em <www.cqwpx.com/logcheck/>. Todos os logs recebidos serão confirmados por e-mail. Uma lista dos logs recebidos pode ser encontrada em <www.cqwpx.com>.

 

  1. Instruções para logs eletrônicos NÃO-CABRILLO: Se você não puder enviar um log em formato CABRILLO, por favor, contate o Diretor da Competição para auxílio no envio em outro

 

  1. Instruções para logs em papel: Logs em papel podem ser enviados pelo correio para CQ WPX Contest, O. Box 481, New Carlisle, OH 45344, USA. Cada log em papel deve estar acompanhado de uma Folha de Resumo com todas as informações de pontuação, a categoria da competição e o nome do participante e endereço de correspondência em LETRAS DE FÔRMA.

 

  1. Confirmação de Inscrição: Todos os logs recebidos serão confirmados via e-mail. Uma lista dos logs recebidos pode ser encontrada em

<www.cqwpx.com>.

 

  1. Retirada dos Logs: O participante poderá retirar o log enviado por qualquer razão dentro de 30 dias do prazo de envio dos Contate o Diretor do Conteste para instruções.

 

 

XII.   PRAZO PARA O ENVIO DOS LOGS:

 

  1. Todas as inscrições devem ser enviadas por e-mail ou postadas EM ATÉ CINCO (5) DIAS após o final do conteste: Logs SSB não depois de 2359 UTC de 3 de abril de 2020, logs CW não depois de 2359 UTC de 5 de junho de O reenvio da inscrição após o prazo resultará em considerar como log atrasado.

 

  1. Uma prorrogação pode ser solicitada por e-mail para <director@cqwpx.com>. A solicitação de prorrogação deve indicar uma razão legítima e deve ser recebida antes do prazo de recebimento dos Prorrogações são concedidas apenas mediante a confirmação do Diretor do Conteste.

 

  1. Os logs enviados ou postados após o prazo serão listados nos resultados,mas não serão elegíveis à premiação.

 

 

 

  • ARBITRAGEM: O Comitê do CQ WPX Contest é responsável por checar e julgar as inscrições da competição. Espera-se que os competidores sigam o regulamento e as melhores práticas do Violação do regulamento do conteste ou conduta antidesportiva pode acarretar em ações disciplinares por parte do comitê.

 

  1. Conduta andesportiva: Exemplos de conduta antidesportiva incluem, mas não estão limitados a:

 

  1. ACORDAR ou CONFIRMAR quaisquer contatos durante a competição usando QUALQUER equipamento que não seja de radioamador, tais como telefones, Internet, sistemas de mensagens instantâneas, salas dechat, VoIP, redes sociais ou web sites.

 

  1. O participante transmitir em frequências fora dos limites de sualicença.

 

  1. Modificar as horas registradas no log para cumprir as regras de mudança de banda ou tempo de

 

  1. Excessivos QSO’s ou multiplicadores inverificáveis.

 

  1. Transmitir sinais com excessiva largura de banda (por : splatter, clicks) ou harmônicas em outras bandas.

 

  1. Estações running fazendo mais de 3 contatos sem enviar seu indicativo de

 

  1. Gravações de Áudio: Qualquer participante “operador único” (Single Operator) (ver A.1) competindo para os três primeiros colocados do (a) mundo, (b) continente ou (c) dos USA, deve gravar o áudio transmitido e recebido pelo operador de toda a operação durante a competição. A gravação deve ser em formato comum (por ex.: mp3) e deve incluir o áudio de cada ouvido em um canal separado. A gravação deve ser contínua (não uma gravação individual para cada QSO). Os arquivos das gravações podem ser solicitados pelo Comitê dentro de 90 dias depois do final do prazo de envio dos registros (logs) para auxiliar no julgamento dos logs. Os arquivos das gravações devem ser enviados pelo participante dentro de 5 dias da solicitação. Se as gravações não estiverem disponíveis, o Comitê poderá reclassificar ou desclassificar a inscrição.

 

  1. Ações Disciplinares: No caso de violação das regras, o competidor estará sujeito à desqualificação ao critério do Comitê.

 

  1. DESQUALIFICAÇÃO: O participante será listado no final dos resultados publicados e não será elegível à premiação.

 

  1. As notificações das ações do Comitê serão enviadas por e-mail ao endereço registrado no envio do log. O participante terá cinco dias para apelar da decisão ao Diretor do Após este prazo, a decisão será definitiva.

 

  1. O participante poderá retirar o log enviado por qualquer razão dentro de 30 dias após o prazo final da competição. Contate o Diretor do Conteste para instruções.

 

  1. O Comitê se reserva o direito de mudar a categoria de qualquer competidor baseado na análise do log ou outra informação.

 

  1. Análise dos logs: Todos os logs serão analisados utilizando software

específico e julgamento humano.

 

  1. Contatos duplicados serão removidos sem penalidade

 

  1. Contatos com reportagem recebida incorreta serão removidos sem penalidade adicional.

 

  1. Indicativos de chamada errados ou indicativos de chamada não encontrados no outro log serão removidos e receberão uma penalidade de duas vezes o valor dos pontos do QSO para este

 

  1. Contatos que não cumpram as regras de mudança de banda para inscrições multi-operador serão removidos sem penalidade adicional.

 

 

 

  • DECLARAÇÃO: Ao enviar um log do CQ WPX Contest, e em consideração aos esforços do Comitê do CQ WPX Contest para revisar e avaliar este registro, o(a) participante aceita incondicional e irrevogavelmente: 1) que leu e compreendeu as regras da competição e concorda em obedecê-las, 2) em operar de acordo com todas as regras e regulamentos pertinentes ao radioamadorismo do local de sua estação, 3) que concorda que seu log possa ser aberto ao público, e 4) que aceita que a emissão de desqualificações e outras decisões do Comitê são oficiais e Se um participante não quiser ou não puder concordar com toda a declaração precedente, não deverá enviar a inscrição ou deverá enviá-la apenas como Checklog.

 

Questões pertinentes ao CQ WPX Contest podem ser enviadas por e-mail ao Diretor do CQ WPX Contest em <director@cqwpx.com>.

 

 

Traduzido por Marcos Vaz Nogueira, PY2WS