ZV1M- ILHA DAS PALMAS

Publicado: setembro 22, 2020 em Uncategorized

Expedição à Ilha das Palmas , IOTA SA-079, DIB RJ-026 -, será  de 29 de Outubro a 1 de Novembro de 2020 , em Julho o time não conseguiu desembarcar na ilha em razão das péssimas condições metrológicas.

O time  será composto por :

  • PY8WW – Renato Araújo
  • PY1CG – Carlos Guinle ( Pilot)
  • PY1MT – Marcelo Tavares

A Ilha das Palmas será ativada pela primeira vez, ela compõe o grupo de ilhas “Rio de Janeiro State Centre group – IOTA-079” e será um novo DIB para o Brasil, o RJ-026.

O time seguirá todas as regras de prevenção a covid -19 mantendo  distanciamento, uso de máscara, uso de álcool gel e etc

A Ilha das Palmas é uma pequena ilha do Rio de Janeiro inabitada e  sem nenhuma infraestrutura, lá não existe energia elétrica nem água potável. O desembarque é feito sobre os rochedos e as condições do mar  geralmente não são boas, o grid locator é GG86FW.

Serão ativadas as bandas de 10-15-20-40-80 metros nos modos CW, SSB e DIGITAIS

O Ciclo Solar 25 já começou!

Publicado: setembro 17, 2020 em Uncategorized


Ainda ontem, a NASA e a NOAA tiveram uma reunião conjunta para discutir o status “oficial” do ciclo solar. Não deve ser surpresa para todos nesta comunidade que o consenso conjunto é que o mínimo solar ocorreu em dezembro de 2019.

Podemos finalmente celebrar a chegada do Ciclo Solar 25! Mas já sabíamos disso. Na verdade, temos observado o novo ciclo ganhar impulso por mais de seis meses. Lembro-me das discussões na reunião da AGU no Moscone Center em dezembro passado (veja a foto acima), durante a qual muitos de nós, progressistas no campo, já concordamos que o novo ciclo estava começando. Na época, era inegável que estávamos vendo mais manchas solares de novo ciclo emergindo do que manchas solares do ciclo antigo. mas sabíamos que poderia demorar pelo menos mais um ano antes que os canais oficiais reconhecessem a mudança. Que bom que finalmente estamos aqui!


O que isso significa para nós? Bem, uma boa consequência deste relatório oficial é que isso significa que há evidências suficientes da atividade do novo ciclo para convencer até mesmo os cientistas mais conservadores em nosso campo de que o Ciclo Solar 25 começou. Isso também significa que a atividade continuará com tendência de alta, embora lentamente no início. Esta é uma boa notícia, considerando que, a partir de agora, parece que o Sol apertou o botão soneca naquele alarme de “novo ciclo”.

Talvez o Sol ainda não tenha recebido o memorando reconhecendo oficialmente o que já sabíamos? Para nossa sorte, ainda estamos vendo tempestades solares sendo lançadas, incluindo grandes erupções de filamentos novamente. O que não vimos há muito tempo!
Portanto, de certa forma, a previsão desta semana pode ser considerada a primeira previsão “oficial” do novo ciclo solar. (Digo isso com ironia, é claro.) Para anunciar o ciclo, gostaria que nossa estrela nos mostrasse uma face mais viva do que o disco imaculado que nos saúda agora. No entanto, enquanto escrevo isso, noto uma grande região brilhante apenas começando a girar na visão de STEREO no lado de longe do Sol. Com certeza, tem uma assinatura do Ciclo Solar 25 e é provavelmente uma nova mancha solar de ciclo.
… bem, o que você sabe. Afinal, talvez o Sol tenha recebido aquele memorando oficial.
Tamitha Skov (também conhecida como Mulher do Clima Espacial)

Ciclo Solar 25

Publicado: setembro 16, 2020 em Uncategorized

Hoje, cientistas confirmaram que um novo ciclo solar está em andamento, o que significa que esperamos que a atividade solar comece a aumentar nos próximos anos.⁣⁣
⁣⁣


Como mostra a imagem dividida, o Sol passa por ciclos naturais. Durante o máximo solar (à esquerda), ele é recheado com manchas solares e seu campo magnético, que impulsiona a atividade solar, é intenso e emaranhado. Durante o mínimo solar (direita), as manchas solares são poucas e distantes entre si, e o campo magnético do Sol é ordenado e relaxado.⁣⁣

⁣⁣Compreender o comportamento do Sol é uma parte importante da vida em nosso sistema solar. As poderosas explosões do Sol podem perturbar os satélites e os sinais de comunicação que viajam ao redor da Terra ou, um dia, os astronautas da Artemis explorando mundos distantes. Cientistas da NASA e da Administração Oceânica e Atmosférica Nacional (@noaa) estudam o ciclo solar para que possamos prever melhor a atividade solar.⁣⁣

Créditos: NASA/SDO

Palestra WWFF.

Publicado: agosto 24, 2020 em Uncategorized

Importante Palestra sobre Expedições e atividade de preservação da Flora & Fauna será realizada por Ronaldo Val, Representante do Programa WWFF no Brasil (www.wwff.co) na próxima quarta-feira 26 de agosto às 20:30h nos canais da Labre SP no Facebook e Youtube. Participem e acompanhem uma importante ação que Radioamadorismo Brasileira tem realizado em favor de nossas áreas de Flora e Fauna.

Regulamento CVA 2020

Publicado: julho 30, 2020 em Uncategorized

CLUBE DE RADIOAMADORES DA ESCOLA DE COMUNICAÇÕES – CRAEC
http://www.cvadx.org

PT2CVA – Estação Oficial

Presidente
Daniel Moura Felix Cardoso – Cap.

Vice-Presidente
Antônio Anderson Silva Marques – Cap.

Diretor de Radioamadorismo
Rafael Costa Barros – Cap.

Adjunto Diretor de Radioamadorismo
Francisco José Klauth Braccini – 1° Ten

Diretor Técnico
André Ricardo Silva Vieira dos Santos – 1º Ten
Adjunto do Diretor Técnico
Jefferson Adiniz Borges Ferreira – 2° Ten

Diretor de Informática
Ricardo Rebelo Silva Melo – 1º Ten

Diretor de Telegrafia
João Vitor Rodrigues Valério – 2°Sgt

Secretário
João Gabriel Assunção Rodrigues de Souza – 3º Sgt

Auxiliar de Secretaria
Fernando Zacarias Martins Guimarães – Sd

61º Concurso Verde e Amarelo – CVA
(CW – 3º Final de semana do mês de Agosto)
(SSB – 4º Final de semana do mês de Agosto)

Organizadores
PT2AC – Glauber
PS7DX – Ed

REGULAMENTO DO 61º CONCURSO VERDE E AMARELO (V. 1.3)
Última alteração  26-FEV-2020

O CVA DX Contest, é uma competição internacional entre radioamadores

Data

CW – Terceiro final de semana cheio de agosto

(15/08/2020)       CW          21:00 (UTC)            Início
(16/08/2020)       CW          21:00 (UTC)            Fim

SSB – Quarto final de semana cheio de agosto

(22/08/2020)      SSB          21:00 (UTC)           Início
(23/08/2020)      SSB          21:00 (UTC)            Fim

  1. CATEGORIAS
    2.1. Categorias para os modos, CW e SSB:

OBS: Para todas as categorias: O log apresentado deve ser compatível com as classes dos operadores. É vedada a operação (para pontuar) de pessoas não portadoras de COER, assim como de portadores de COER em QRG não autorizada a sua classe.

2.1.1. YL Operadora Única YL (YL Classe A, B ou C) Exclusiva para Radioamadoras, Todos os trabalhos de operação e registro são executados por uma pessoa (a operadora). A potência de saída não deve exceder a potência máxima permitida na legislação em vigor no país. Premiação para 1ª colocada nacional para cada classe, A, B e C e 1ª colocada internacional.

2.1.2. (SOSB HP) – Operador Único – Única Banda Alta Potência: 10, 15, 20, 40 e 80m: Todos os trabalhos de operação e registro são executados por uma pessoa (o operador). Apenas um sinal transmitido é permitido em qualquer momento.  A potência de saída não deve exceder a potência máxima permitida na legislação em vigor no país.  É permitido operar em mais de uma banda e escolher apenas uma delas para competir, porém, deve ser enviado o log completo. (Premiação para 1º colocado nacional e internacional)

2.1.3. (SOSB LP) – Operador Único – Única Banda Baixa Potência (até 100 w): 10, 15, 20, 40 e 80m: Todos os trabalhos de operação e registro são executados por uma pessoa (o operador). Apenas um sinal transmitido é permitido em qualquer momento.  A potência total de saída não deve exceder 100W. É permitido operar em mais de uma banda e escolher apenas uma delas para competir, porém, deve ser enviado o log completo. (Premiação para o 1º colocado nacional e 1º colocado internacional).

2.1.4. (SOAB QRP) – Operador Único – Todas as Bandas QRP (até 5 w): Todos os trabalhos de operação e registro são executados por uma pessoa (o operador). Apenas um sinal transmitido é permitido em qualquer momento. A potência total de saída não deve exceder 5w (Premiação para o 1º colocado nacional e 1º colocado internacional).

2.1.5. (SOAB HP) – Operador Único – Todas as Bandas Alta Potência: Todos os trabalhos de operação e registro são executados por uma pessoa (o operador). A potência de saída não deve exceder a potência máxima permitida na legislação em vigor no país.  (Premiação para 1º colocado nacional e 1º colocado internacional).

2.1.6. (SOAB LP) – Operador Único – Todas as Bandas Baixa Potência: Todos os trabalhos de operação e registro são executados por uma pessoa (o operador). Apenas um sinal transmitido é permitido em qualquer momento. A potência máxima de saída não deve exceder 100 watts (Premiação para 1º colocado nacional e 1º colocado internacional).

2.1.7. (MULTI OP MIL) – MIL: (Estações Multi – Operadores, localizadas em Unidades Militares ou em instalações da Justiça Militar da União) : Mais de uma pessoa pode contribuir para a pontuação final durante o período oficial da competição, civis ou militares, operando estações dentro de Organizações Militares, das Forças Armadas ou Auxiliares, Auditorias da Justiça Militar da União, Edifício sede do Superior Tribunal Militar e Juntas de Serviço Militar nos municípios. Apenas um sinal transmitido é permitido em qualquer momento. A potência de saída não deve exceder a potência máxima permitida na legislação em vigor no país. (Premiação para 1º colocado nacional e internacional).

2.1.8. (SOAB MIL LP) – Operador Único Militar – Todas as Bandas Baixa Potência: (Militares da ativa, Reserva remunerada, Aspirantes do EB R/2; Oficiais e Sargentos R/2 ou Reformados das três Forças Armadas e Forças Auxiliares – Polícias Militares e Corpo de Bombeiros Militares). Todos os trabalhos de operação e registro é executado por uma pessoa (o operador). Apenas um sinal transmitido é permitido em qualquer momento.  A potência máxima de saída não deve exceder 100 watts. O indicativo de chamada licenciado em nome do operador (Premiação para 1º colocado nacional e internacional.

2.1.9. (SOAB MIL HP) Operador Único Militar – Todas as Bandas Alta Potência: (Militares da ativa, Reserva remunerada, Oficiais e Sargentos R/2 ou Reformados das três Forças Armadas e Forças Auxiliares – Polícias Militares e Corpo de Bombeiros Militares).  Todos os trabalhos de operação e registro é executado por uma pessoa (o operador). Apenas um sinal transmitido é permitido em qualquer momento. A potência de saída não deve exceder a potência máxima permitida na legislação em vigor no país. (Premiação para 1º colocado nacional e internacional).

2.1.10. (SOAB RAEB LP) – Operador Único Radioamador da Rede Auxiliar do Exército Brasileiro – Todas as Bandas Baixa Potência:  Exclusiva para Radioamadores Brasileiros membros do projeto da Rede Auxiliar do Exército Brasileiro (RAEB) e que constam na lista de cadastro do CRAEC.  Todos os trabalhos de operação e registro é executado por uma pessoa (o operador). Apenas um sinal transmitido é permitido em qualquer momento. A potência máxima de saída não deve exceder 100 watts. O indicativo de chamada licenciado em nome do operador. (Premiação para 1º colocado nacional).

(Lista de cadastrados na RAEB)

2.1.11. (SOAB RAEB HP) – Operador Único Radioamador da Rede Auxiliar do Exército Brasileiro – Todas Bandas Alta Potência. Exclusiva para Radioamadores Brasileiros membros do projeto da Rede Auxiliar do Exército Brasileiro (RAEB) e que constam na lista de cadastro do CRAEC. Todos os trabalhos de operação e registro é executado por uma pessoa (o operador). Apenas um sinal transmitido é permitido em qualquer momento. A potência máxima de saída não deve exceder 1000 watts. O indicativo de chamada licenciado em nome do operador. (Premiação para 1º colocado nacional).

 (Lista de cadastrados na RAEB)

2.1.12. (MULTI ONE LP) – Multi – Operador – Único Transmissor Todas as Bandas Baixa Potência: Mais de uma pessoa pode contribuir para a pontuação final durante o período oficial da competição. Apenas um sinal transmitido é permitido em qualquer momento. A potência de saída não deve exceder a 100 W (cem watts). O log apresentado deve ser compatível com as classes dos operadores. (Premiação para 1º colocado nacional e internacional).

2.1.13. (MULTI ONE HP) – Multi – Operador –  Único Transmissor Todas as Bandas Alta Potência: Mais de uma pessoa pode contribuir para a pontuação final durante o período oficial da competição. Apenas um sinal transmitido é permitido em qualquer momento.  A potência de saída não deve exceder a potência máxima permitida na legislação em vigor no país. O log apresentado deve ser compatível com as classes dos operadores. (Premiação para 1º colocado nacional e internacional).

2.1.14. (MULTI-TWO) – Multi – Operador – Dois Transmissores: Mais de uma pessoa pode contribuir para a pontuação final durante o período oficial da competição. Um máximo de dois sinais transmitidos é permitido a qualquer tempo em bandas diferentes. Qualquer um dos transmissores pode trabalhar quaisquer e todas as estações. Uma estação só pode ser trabalhada uma vez por banda independente de qual transmissor for usado. A potência de saída não deve exceder a potência máxima permitida na legislação em vigor no país. O log deve indicar qual transmissor fez cada QSO (coluna 81 do modelo de QSO CABRILLO (n1mm) para concursos módulo CVADX estações two), O log apresentado deve ser compatível com as classes dos operadores.  (Premiação para 1º colocado nacional e internacional).

2.1.15. HQ (LABRES e Associações Reconhecidas pela IARU) (HQ): Mais de uma pessoa pode contribuir para a pontuação final durante o período oficial da competição. Apenas um sinal transmitido é permitido em qualquer momento.  A potência de saída não deve exceder a potência máxima permitida na legislação em vigor no país. Quando a operação não for na sede da associação, a estação deve possuir a respectiva licença. (Premiação para 1º colocado nacional e internacional).

2.1.16. TEEN Operador Único (até 17 anos) (TEEN): Todos os trabalhos de operação e registro são executados por uma pessoa (o operador). Apenas um sinal transmitido é permitido em qualquer momento.  A potência total de saída não deve exceder 100W. O indicativo de chamada licenciado em nome do operador. (Premiação para 1º colocado nacional e internacional).

2.1.17. OVERLAY: SUBCATEGORIA CW e SSB

  1. a) ROOKIE (novato-operador único): para participar nesta categoria, o operador deve ter sido licenciado a três (3) anos ou menos da data da competição. Indicar a data da primeira licença no campo SOAPBOX e nunca ter participado do CVA DX com outro indicativo. Todos os trabalhos de operação e registro são executados por uma pessoa (o operador). Apenas um sinal transmitido é permitido em qualquer momento. (Premiação para 1º colocado nacional e internacional).
  2. b) Demonstração (demonstration) (Demonstração): para participar desta categoria, a estação deverá estar montada em locais públicos, abertos à visitação pública e não pode ser utilizada a energia elétrica da concessionaria local. Mais de uma pessoa pode contribuir para a pontuação final durante o período oficial da competição O log apresentado deve ser compatível com as classes dos operadores. (Premiação para 1º colocado nacional e internacional).

2.1.18. Classificação de Clubes: (Somatório da pontuação de todos os integrantes): (Premiação para 1º colocado nacional e internacional). O nome do Clube indicado, deve ser EXATAMENTE igual ao nome constante da relação publicada no site do CVA DX Contest, sem acentuação ou qualquer outro caractere a mais.

  1. EXCHANGE
    3.1. Estação Diretora (PT2CVA),

RST + CVA (599 CVA ou 59 CVA)

RST + CVA (599 CVA ou 59 CVA)

3.2. Estações da LABRE e Associações de radioamadores reconhecidas pela IARU

RST + HQ (599 HQ ou 59 HQ)

3.3. Estações localizadas em Unidades Militares ou Operador Único Militar

RST + MIL (599 MIL ou 59 MIL)

3.4. Estações Brasileiras

RST + UF (599 RN ou 59 RN)

* RN é a UF do Rio Grande do Norte.

3.5. Estações QRP

RST + QRP (599 QRP ou 59 QRP)

3.6. Estações YL

RST + YL (599 YL ou 59 YL)

3.7. Estações TEEN operadas por radioamador com idade menor ou igual a 17 anos.

RST + TEEN (599 TEEN ou 59 TEEN)

3.8. Estações RAEB (Rede Auxiliar do Exército Brasileiro, cadastrados no projeto RAEB.

Veja aqui a relação dos cadastrados

RST + RB (599 RB ou 59 RB)

3.9. Estações de Demonstração (demonstration)

RST + FD (599 FD ou 59 FD)

3.10. Estações DX

RST + DX (599 DX ou 59 DX)

QRP: 599 QRP ou 59 QRP

MIL: 599 MIL ou 59 MIL

YL: 599 YL ou 59 YL

HQ: 599 HQ ou 59 HQ

TEEN: 599 TEEN ou 59 TEEN

FD: 599 FD ou 59 FD

3.11. Chamada Geral: CQ CVA.

  1. PONTUAÇÃO:

Serão válidos todos os QSO confirmados, com estação trabalhada uma vez por banda.

4.1. Estações brasileiras

Contatos entre estações do Brasil=2 pts.

Contatos entre estações do Brasil e DX=3 pts.

4.2. E s t a ç õ e s D X

Contatos entre estações no mesmo país=1 pt

Contatos entre estações de diferentes países=1 pt

Contatos com estações do Brasil=3 pts.

4.3. Todas Estações

Estação Diretora do CRAEC (PT2CVA)=10 pts. (Hors Concours)

Estações MIL, YL, TEEN, FD, MIL, HQ ou RB=5 pts. (independentemente do país)

Estações QRP=3 pts. (independentemente do país).

4.4, Validação de QSO

Com estação que não enviou log – será válido se o indicativo aparecer em pelo menos 5 logs válidos

Com a mesma estação em bandas diferentes – será válido desde que o QSO na outra banda tenha sido feito no intervalo de 10 minutos ou mais

Indicativos presentes em apenas 01 (um) único Log serão denominados UNIQUES e considerados como erros de registro de QSO.

  1. MULTIPLICADORES:

Dois tipos de multiplicadores serão utilizados:

M1) Multiplicador por diferente UF Brasileira contatada por banda.

Exemplo PY1CJ logado em 28.000 Hz e 14.000 Hz somam 02 (dois) multiplicadores

M2) Um multiplicador diferente por país computada uma única vez em todas as bandas.

Exemplo K2MM logado em 28.000 Hz e 14.000 Hz soma 01 (um) multiplicador.

Atenção: No módulo N1MM as estações com os exchange ”MIL, YL, TEEN, FD, MIL, QRP, HQ ou RB” não estão sendo contabilizadas como multiplicadores UF, mas no programa de apuração do CVA, as mesmas serão contabilizadas como multiplicadores normalmente.

Permitidos contatos com estações do próprio país para o crédito de multiplicador.

Unidades Federativas:

Estado                           UF                    Estado                  UF            Estado                    UF

Acre                            AC                  Alagoas                   AL            Amapá                    AP

Amazonas                  AM                 Bahia                       BA             Ceará                     CE

Distrito Federal         DF                  Espírito Santo          ES             Goiás                     GO

Maranhão                   MA                 Mato Grosso           MT            Mato G do Sul       MS

Minas Gerais              MG                 Pará                         PA             Paraíba                  PB

Paraná                         PR                   Pernambuco            PE             Piauí                      PI

Rio de Janeiro            RJ                    Rio G Sul               RS             Rondônia               RO

Rio G Norte                RN                   Roraima                 RR             Santa Catarina       SC

São Paulo                   SP                    Sergipe                  SE             Tocantins                TO

  1. PONTUAÇÃO FINAL:

A pontuação final é obtida pela seguinte fórmula:

Soma dos pontos dos QSO, multiplicada pela soma do total de multiplicadores.

  1. PENALIDADES:

7.1. Anotação incorreta do Indicativo: perda de QSO para quem anotou errado;

7.2. Anotação incorreta do Exchange: perda do QSO para quem anotou errado;

7.3. Duplicação de QSO: não há penalidade porem apenas um QSO será validado;

7.4. Divergência de banda: perda do QSO para ambos;

7.5. Divergência de QTR, acima de 5 minutos: perda do QSO para ambos;

7.6) -Envio de logs em papel ou formatos não serão aceitos pelo sistema de apuração;

7.7. O uso do DX Cluster é permitido, porém o auto spot é proibido: perda de 100 pontos por auto spot comprovado, da estação principal ou de um dos operadores;

7.8. Chamar estação em QRG “ocupada” por outra estação: Se intencional e comprovado por gravação, perda de 100 pontos para o infrator.

7.9. É vedada a operação (para pontuar) por pessoas sem COER: Desclassificação;

7.10. É vedada a operação (para pontuar) de portadores de COER em QRG não autorizada a sua classe: Desclassificação.

7.11. A violação das regras do concurso ou da legislação sobre radioamadorismo ou ainda conduta antidesportiva pode levar a uma ação desclassificação ou reclassificação para categoria check log.

  1. RECURSOS/DENÚNCIAS

8.1. Recursos e Denúncias, serão aceitos(as) até 72hs após divulgação do resultado provisório, através do e-mail denunciascvadx2020@cvadx.org

8.2. Não será aceito pedido de correção de log que possa alterar a classificação do concorrente ou do seu clube, após a divulgação do resultado provisório;

  1. DECLARAÇÃO:

Ao enviar seu log de participação no CVA DX CONTEST você concorda que:

9.1, Você leu e entendeu as regras do concurso e concorda em seguir as mesmas,

9.2. Você tem operado de acordo com todas as regras e regulamentos pertencentes ao radioamadorismo de seu país,

9.3. Seu log pode ser aberto ao público e,

9.4. Todas as ações e decisões do Comitê CVA DX Contest são oficiais e finais…

  1. LOGS E RESULTADOS:

10.1. Os logs serão recebidos apenas via web http://www.cvadx.org/logcheck  até as 23h59min de  09 setembro do ano do concurso. A apresentação de qualquer log por outro meio ou após esta data não será aproveitado. O nome do arquivo deve ser “indicativo-modo.log”, exemplo: PS7AA-CW.LOG ou PS7AA-SSB.LOG

10.2 O resultado provisório será divulgado até o dia 15 de setembro do ano do concurso.

10.3 O Software recomendado para o registro do Log é o N1MM, https://n1mm.hamdocs.com

10.4 O resultado oficial será divulgado até 25 de setembro do ano do concurso no site www.cvadx.org;

10.5. Os certificados de participação do CVA DX Contest serão disponibilizados para download no momento da divulgação do resultado oficial.

10.6. A partir de 2019, o Contest, tornará público, todos os logs recebidos, com o objetivo de mostrar transparência do concurso CVA, e permitirá que os participantes estudem os registros para obter estratégias e técnicas melhores.

10.7. Os check logs não serão divulgados. Esses registros são enviados para ajudar o comitê de competição e não terão a pontuação publicada nos resultados.

10.8. Os logs divulgados, terão os campos Endereço e EMAIL removidos. Sempre que possível, tentamos encontrar endereços de e-mail no SOAPBOX e os removeremos, para proteger a privacidade dos participantes.

10.9. Os logs publicados, foram os utilizados no processo de apuração do CVA DX.

11) Todos os logs publicados estarão no formato Cabrillo 3.0 Você será capaz de lê-los usando qualquer editor de texto ou visualizador.

BOM CONCURSO! Copyright © All rights reserved. CVADX Contest by PS7DX, Ed

Nossa expedição ao grupo SA-079 para ILHA DAS PALMAS (Vulgo Urupira) já havia sido pensada desde dezembro de 2019, quando alguns investimentos em estrutura, passagens aéreas, barco e etc foram realizados. Devido à pandemia do COVID-19 chegamos a pensar em desistir, mas adiamos esta decisão até um mês antes, quando decidimos por manter a ativação levando em consideração o número reduzido de operadores, localização, medidas de proteção e queda nos índices de contaminação, mesmo sem poder participar do IOTA CONTEST, devido à alteração no regulamento a qual sempre respeitamos e nunca questionamos.


Sempre seguimos todas as regras das autoridades governamentais e organizações de radioamadores.


Na sexta-feira, dia 24 de julho, respeitamos mais uma regra: SEGURANÇA EM PRIMEIRO LUGAR. Nosso barco estava marcado para sair da praia de Grumari – RJ e ao chegarmos lá, fomos comunicados pelo barqueiro que não haveria possibilidade de retorno na segunda-feira 27 de julho, devido aos avisos e previsões de ondas com 3 metros e ventos fortes SW, o que prejudicaria o embarque e desembarque no retorno, visto que a Ilha das Palmas não tem praia ou cais e normalmente as aproximações são feitas pela manhã bem cedo, junto às pedras, com pouco vento e mar calmo. Só haveria uma janela para retorno na quarta-feira (29 julho), a qual poderia nem abrir devido à uma nova frente fria que se aproxima com previsão para sexta-feira, ou seja, poderíamos ter que passar mais de 10 dias na ilha e sermos obrigados a pedir socorro às autoridades governamentais para um resgate e termos que deixar todo nosso equipamento na ilha, visto que dão prioridade à vida humana nessas situações.


Missão Ilha das Palmas cancelada, decidimos ir para uma Ilha do grupo SA-029, abrigada na Baía da Ilha grande, a Ilha Jurubaíba DIB RJ-022 / LH BRA-225 / GG87AA, a qual permitiria ida e retorno em segurança devido às condições boas para embarque e desembarque além da maior opção de embarcações para fazer o translado e mesmo assim tivemos que encerrar nossas atividades no domingo pela manhã devido ao aumento de ventos e aproximação da frente fria, que não chegou a entrar no continente, mas fez o tamanho das ondas crescer como já havia sido previsto e avisado na sexta-feira.


Com a mudança de planos e ânimo abalado iniciamos a montagem das antenas e estação e iniciamos a operação sempre explicando que estávamos em SA-029 e NÃO em SA-079, o que foi um pouco trabalhoso, mas era coisa que já sabíamos que iríamos enfrentar.
Bom, durante a ativação da Ilha Jurubaíba fizemos um total de 577 contatos, sendo 299 em FT8, 219 em Fonia e 59 em CW.
Setup: TX-RX Icom IC-7300, Yaesu FT-897, antenas verticais 7 MHz, 14 MHz e 18/21 MHz.
Em breve traremos novidades sobre uma nova ativação para o grupo SA-079, Ilha das Palmas ainda em 2020.

Antenas 14 mhz & 7 Mhz

ZV1M- IOTA SA-079 – Cancelada !

Publicado: julho 24, 2020 em Uncategorized

Informando  que devido ao alerta de mar alto, com ondas acima de 4 metros para os próximos dias, o que iria comprometer o retorno em segurança do time , pois o embarque na ilha das Palmas é feito sobre pedras , o time decidiu por alterar local da ativação.
A equipe optou pela Jurubaiba- SA-029  DIB RJ-22 LH BRA-225 que se localiza em águas abrigadas dentro da baía de Ilha Grande.

 

 

Jurubaiba Antenas

 

 

 

 

Segurança em primeiro lugar (sempre)

Sem título

(Último final de semana completo do mês de junho – 27 a 28/jun. de 2020)

 

Uma importante mudança no CBNR 2020. Atendendo a sugestões, nosso Concurso Riachuelo, a partir deste ano, passa a ter a duração de 24 horas, (18:00h UTC de sábado a 18:00h UTC de domingo) com operações simultâneas nos modos SSB e CW, abrindo assim a possibilidade da competição no modo MISTO. O competidor pode operar no modo MISTO, (SSB + CW) e escolher concorrer apenas em CW ou SSB, porém é necessário enviar o log completo, identificando claramente o modo que deseja competir. (O outro modo, será automaticamente tratado como CHECK LOG). Se por acaso operar os dois modos isoladamente, deverá enviar os dois logs, (CW e SSB) identificando qual deles desejará competir. (O outro log, será automaticamente tratado como CHECK LOG).

NRA – Núcleo de Radioamadores da Armada – CS5NRA

Inspirado no espírito de fraternidade que une os radioamadores e nos diversos acordos de reciprocidade existente entre Brasil e Portugal, o Grêmio de Comunicações da Escola Naval, convidou os membros do clube co-irmão, NRA – Núcleo de Radioamadores da Armada – CS5NRA

-https://www.nra.pt/ de Portugal, para participarem do CBNR. Os que enviarem log, receberão o certificado digital de participação. O exchange para os membros do NRA, será RS(T) + Número de sócio antecedido das letras PN. Exemplo; 59(9)PN087

Especialmente relevante na formulação deste convite, destaca-se o fato da Escola Naval do Brasil ter sido criada em Portugal e instalada no Brasil, com a vinda D. João VI.

Regulamento

Versão 2.5-atualizada em 14 de maio de 2020

1-Esta competição de âmbito nacional é realizada anualmente pelo Grêmio de Comunicações da Escola Naval (GCEN), tendo como objetivo a confraternização entre os Radioamadores brasileiros e o adestramento em comunicações dos Aspirantes do Grêmio, bem como divulgar no meio radioamadorístico nacional o aniversário da Batalha Naval do Riachuelo, Data Mágna da Marinha de Guerra do Brasil.

2-Histórico

Aos 11 de Junho de 1865, no Rio Paraná, próximo a confluência do Arroio Riachuelo, foi travada a mais importante batalha naval da campanha da Tríplice Aliança. As chatas paraguaias adequavam- se à guerra fluvial por serem menores e mais rápidas que os navios de nossa esquadra. O Almirante Barroso, a bordo da Fragata Amazonas, comandava a esquadra brasileira e, percebendo as suas desvantagens, ordenou que seu navio investisse a proa sobre as canhoneiras inimigas, obtendo assim a vitória, com a qual deteve o domínio fluvial em todo o decorrer da campanha, garantindo o apoio tático e logístico às operações terrestres e impedindo que os inimigos fornecessem apoio fluvial às suas tropas. A Esquadra Imperial perdeu a Corveta Jequitinhonha e 104 homens, dentre os quais Marcílio Dias e Greenhalgh, todos com elevado senso de dever e amor à Pátria.

“O BRASIL ESPERA QUE CADA UM CUMPRA SEU DEVER” – Foi o sinal disseminado por Barroso aos seus comandos e que ainda, hoje permanece vivo na lembrança de todos os marinheiros.

Écom este espirito que a Marinha do Brasil cumpre o seu dever de participar na garantia de soberania de nossa Pátria.

3-Data-Anualmente, no último final de semana completo do mês de junho.

4-Períodos em 2020

Início: – 18:00h (UTC) de 27/Junho/2020 – Sábado

Página 3 de 6

Fim: – 18:00h (UTC) de 28/Junho/2020 – Domingo

5-Categorias (Total: 24)

5.1-SOAB-SSB-A–Radioamador Operador Único – Classe A, todas as bandas, SSB;

5.2-SOAB-CW-A—Radioamador Operador Único – Classe A, todas as bandas, CW;

5.3-SOAB-MIX-A–Radioamador Operador Único – Classe A, todas as bandas, MISTA; 5.4-SOAB-SSB-B- Radioamador Operador Único – Classe B, todas as bandas, SSB; 5.5-SOAB-CW-B– Radioamador Operador Único – Classe B todas as bandas, CW;

5.6-SOAB-MIX-B – Radioamador Operador Único – Classe B, todas as bandas, MISTA; 5.7-SOAB-SSB-C–Radioamador Operador Único – Classe C, todas as bandas, SSB;

5.8- SOAB-CW-C—Radioamador Operador Único – Classe C, todas as bandas, CW;

5.9-SOAB-MIX-C–Radioamador Operador Único – Classe C, todas as bandas, MISTA 5.10-SOAB-SSB-YL-A – (YL) Operadora Única-Classe A, todas as bandas, SSB; 5.11-SOAB-CW-YL-A – (YL) Operadora Única-Classe A, todas as bandas, CW;

5.12-SOAB-MIX-YL-A – (YL) Operadora Única-Classe A, todas as bandas, MISTA; 5.13-SOAB-SSB-YL-B – (YL) Operadora Única-Classe B, todas as bandas, SSB; 5.14-SOAB-CW-YL-B – (YL) Operadora Única-Classe B, todas as bandas, CW;

5.15-SOAB-MIX-YL-B – (YL) Operadora Única-Classe B, todas as bandas, MISTA; 5.16-SOAB-SSB-YL-C – (YL) Operadora Única – Classe: C, todas as bandas, SSB; 5.17-SOAB-CW-YL-C – (YL) Operadora Única – Classe: C, todas as bandas, CW;

5.18-SOAB-MIX-YL-C – (YL) Operadora Única – Classe: C, todas as bandas, MISTA;

5.19-SOAB-SSB-MIL – Estação Militar Individual – Militares da ativa, Reserva Remunerada, Reformados, Oficiais e Sargentos da Reserva Não Remunerada das Forças Armadas e Forças Auxiliares – (Polícias Militares e Corpo de Bombeiros Militares) e Aspirantes do EB R/2 – Todas as bandas – SSB.

5.20-SOAB-CW-MIL – Estação Militar Individual – Militares da ativa, Reserva Remunerada, Reformados, Oficiais e Sargentos da Reserva Não Remunerada das Forças Armadas e Forças Auxiliares – (Polícias Militares e Corpo de Bombeiros Militares) e Aspirantes do EB R/2 – Todas as bandas – CW.

5.21-SOAB-MIX-MIL – Estação Militar Individual – Militares da ativa, Reserva Remunerada, Reformados, Oficiais e Sargentos da Reserva Não Remunerada das Forças Armadas e Forças Auxiliares – (Polícias Militares e Corpo de Bombeiros Militares) e Aspirantes do EB R/2 – Todas as bandas – MISTA.

5.22-SOAB-MIX-QRP – (até 5 Watts de saída) MISTA

5.23-MOST-MIX-Grupos-Clubes, Associações e Estações Multi-operadores-MISTA UM TRANSMISSOR- (poderá ser utilizado 1 (um) indicativo operado por vários radioamadores, de forma alternada, na mesma Estação, representando um Grêmio Clube ou Grupo)

5.24-MOST-MIX-OM – Estações Militares OM – (Estação operada dentro de Organização Militar de qualquer força e Junta de Serviço Militar do município- MISTA UM TRANSMISSOR). A estação em unidade militar, pode possuir apenas um operador e pode ser um civil. Na “Estação Militar OM”, todos os equipamentos e antenas utilizadas, deverão ser de uso exclusivo do Serviço Radioamador;

6-Os contatos deverão ser realizados nas bandas de 80, 40, 20, 15 e 10 Metros.

7-O competidor pode operar em ambos os modos, como na categoria MISTA, e escolher apenas a categoria CW ou SSB para concorrer, desde que envie o log completo.

Página 4 de 6

8-Todos os participantes da categoria MISTA podem trabalhar tanto CW como SSB, devendo portanto observar os segmentos destinados a cada modo. Não é permitido QSO em CW nas frequências destinadas prioritariamente ao modo SSB e não é permitido QSO em SSB nas frequências destinadas prioritariamente ao modo CW.

9-Chamada

9.1-CW: CQ BNR

9.2-FONIA: CQ RIACHUELO

10-Mensagens

10.1- Operador Único (OM) – Classes A B, C —————————–

RS (T) + UF

10.2- Radioamadoras- (YL) – Classes A B, C —————————–

RS (T) + YL

10.3- Grupos – Clubes, Associações e Multi-Operadores —————-

RS (T) + UF

10.4- Estações QRP ————————————————————

RS (T) + QRP

10.5- Estações Militares (OM e Individual) ——————————–

RS (T) + MIL

11-Pontuação

11.1-QSO com PY1BJN = 10 Pontos (Estação organizadora e participação HORS CONCOURS 11.2-QSO com Estações Militares (OM e individual) = 08 pontos

11.3-QSO com Estações YLs = 06 Pontos

11.4-QSO com estações QRP = 03 Pontos

11.5-QSO com demais estações = 02 Pontos

12-A pontuação final é obtida pela soma dos pontos dos QSO confirmados, multiplicada pela soma do total de multiplicadores confirmados.

13-Multiplicadores

Os diferentes estados (UF) brasileiros (ver tabela) e as Ilhas Brasileiras (Arquipélago de Fernando de Noronha; Penedos de São Pedro e São Paulo; Ilha de Trindade; Atol das Rocas; Ilhas de Martim Vaz) e Região Antártica Brasileira, trabalhados uma única vez.

14-Prêmiação

14.1-SSB:

1º colocado: troféu + diploma, por categoria. (Ítem 5)

14.2-CW:

1º colocado: troféu + diploma, por categoria. (Ítem 5)

14.3-MISTO: 1º colocado: troféu + diploma, por categoria. (Ítem 5)

Todos os concorrentes poderão baixar o certificado em formato digital, no site http://www.gcen.org.br

15-Logs e Resultados

15.1-Só será aceito log no formato ”CABRILLO” e com QTR UTC, Modelo do log Cabrillo

15.2-Sugerimos a utilização dos softwares N1MM

15.3-Baixe aqui o arquivo de instruções e os arquivos de configuração para utilizar o N1MM

15.4-Os logs serão recebidos apenas via web via http://www.gcen.org.br/logcheck/index.html até as 23h59min de 09 julho do ano do concurso. A apresentação de qualquer log por outro meio ou após

Página 5 de 6

esta data não será aproveitado. O nome do arquivo deve ser “indicativo.cbr”, exemplo: PT9RF.cbr;

15.5-O resultado provisório será divulgado até o dia 15 de julho do ano do concurso.

15.6-Caso sua operação seja com Multi-operadores, envie o indicativo e nome dos operadores para a emissão dos certificados individuais. No caso de colaboradores, sem COER, poderão receber o certificado como “assistente”, observado o ítem 16.8

15.7-O limite máximo de diferença no QTR de QSO entre logs, é de 5 minutos. (Ajuste o QTR do seu computador, antes de iniciar o concurso)

16. Penalidades

16.1-Anotação incorreta do Indicativo: perda de QSO para quem anotou errado;

16.2-Anotação incorreta do Exchange: perda do QSO para quem anotou errado;

16.3-Duplicação de QSO: não há penalidade, apenas um QSO será validado;

16.4-Divergência de banda: perda do QSO para ambos;

16.5-Divergência de QTR, acima de 5 minutos: perda do QSO para ambos;

16.6-O uso do DX Cluster é permitido, porém o auto spot é proibido: perda de 100 pontos por auto spot comprovado, da estação principal ou de um dos operadores;

16.7-Chamar uma estação ou CQ em QRG “ocupada” por outra estação: Se intencional e comprovado por gravação, perda de 100 pontos para o infrator.

16.8-É vedada a operação (para pontuar) por pessoas sem COER: Desclassificação;

16.9-É vedada a operação (para pontuar) de portadores de COER em QRG não autorizada a sua classe: Desclassificação.

16.10-Além das penalidades acima, a violação das regras do concurso ou da legislação nacional sobre radioamadorismo ou ainda conduta antidesportiva pode levar a uma ação desclassificação ou reclassificação para categoria Check log.

16.11– Check log não pontua para a classificação entre clubes 17-Recursos/Denúncias

17.1-Recursos e Denúncias, serão aceitos(as) até 72hs após divulgação do resultado provisório, através do e-mail organizacao-riachuelo@outlook.com

17.2-Não será aceito pedido de correção de log que possa alterar a classificação do concorrente ou do seu clube, após a divulgação do resultado provisório.

18-Declaração:

Ao enviar seu log de participação no Concurso Riachuelo você concorda que:

18.1-Leu e entendeu as regras do concurso e concorda em segui-las;

Página 6 de 6

18.2-Tem operado de acordo com todas as regras e regulamentos pertencentes ao radioamadorismo de seu país,

18.3-Seu log pode ser aberto ao público e,

18.4-Todas as ações e decisões da Comissão Organizadora do Contest Riachuelo são oficiais e

finais…

19-Regras Gerais

19.1-Todos os transmissores, receptores e antenas da estação devem estar localizados dentro de um círculo de 500 metros de diâmetro. Todas as antenas devem estar fisicamente conectadas aos transmissores e receptores. O uso de equipamentos de recebimento fora do círculo de 500 metros é considerado antidesportivo e a violação desta regra sujeita o participante a desclassificação.

19.2-Uma estação que esteja em conformidade com o item 19.1 pode ser operada remotamente via conexão de rede. Uma estação operada remotamente deve obedecer os limites de licença da estação, limites da licença do operador e as limitações de sua classe. O indicativo de chamada usado deverá ser o indicativo licenciado para a estação a ser operada remotamente. Receptores remotos fora do local da estação não são permitidos.

19.3-É proibido solicitar contatos por telefone, WhatsApp, internet, e-mail, etc. durante do concurso;

19.4-A partir de 2019, o CBNR torna público todos os logs recebidos, com o objetivo de mostrar transparência do concurso, permitindo que os participantes estudem os registros para obter estratégias e técnicas melhores.

19.5-Os Check logs não serão divulgados. Esses registros são recebidos para ajudar o comitê de competição e não terão a pontuação publicada nos resultados.

19.6-Os logs divulgados terão os campos Endereço e EMAIL removidos. Sempre que possível, tentamos encontrar endereços de e-mail no SOAPBOX e os removeremos, para proteger a privacidade dos participantes.

19.7-Dupes são contatos feitos com a mesma estação na mesma banda e modo. Se o primeiro contato entre as estações for válido, os dupes terão valor de 0 pontos. Se o primeiro contato não for válido, o segundo contato (dupe) é aceito. Recomendamos NÃO DELETAR QSO DUPE

19.8-O recebimento do log é confirmado por e-mail e pela publicação na página “logs recebidos” no site do GCEN.

19.9-Todo participante que enviar seu log poderá, caso deseje, receber o relatório UBN, contendo todos seus QSO, seus resultados (previsto e confirmados), contendo seus erros e erros das estações de trabalhada.

20-Os logs publicados serão “utilizados” no processo de apuração do CBNR

Boa sorte

 

 

 

Expedição à Ilha das Palmas , IOTA SA-079, DIB RJ-026 -, será  de 24 a 26 de julho de 2020 .

 

O time  será composto por :

  • PY8WW – Renato Araújo
  • PY1CG – Carlos Guinle ( Pilot)
  • PY1MT – Marcelo Tavares

A Ilha das Palmas será ativada pela primeira vez, ela compõe o grupo de ilhas “Rio de Janeiro State Centre group – IOTA-079” e será um novo DIB para o Brasil, o RJ-026.

 

O time seguirá todas as regras de prevenção a covid -19 mantendo  distanciamento, uso de máscara, uso de álcool gel e etc

A Ilha das Palmas é uma pequena ilha do Rio de Janeiro inabitada e  sem nenhuma infraestrutura, lá não existe energia elétrica nem água potável. O desembarque é feito sobre os rochedos e as condições do mar  geralmente não são boas, o grid locator é GG86FW.

 

Serão ativadas as bandas de 10-15-20-40-80 metros nos modos CW, SSB e DIGITAIS

 

 

 

AVHFC

 

 

 

ARAUCARIA VHF WORLD WIDE CONTEST

1.  Período:

  • Edição de Outono (Hemisfério Sul): primeiro final de semana cheio de Maio; Das 00h UTC do Sábado até as 16h UTC do
  • Edição de Primavera (Hemisfério Sul): penúltimo final de semana cheio de Outubro; das 00h UTC do Sábado até as 16h UTC do
  1. Objetivo: Realizar o maior número de contatos e trabalhar diferentes grids squares dentro do período de competição.

Apenas contatos ponto‐a‐ponto serão válidos (excluído uso de links VoIP, EME, satélites).

 

  1. Bandas: 6 metros (50 MHz) e 2 metros (144 MHz) observando os planos das bandas e subfaixas no respectivo país de operação.

 

  1. Modos: FM, SSB, CW

5.  Categorias:

  • PY– ESTAÇÕES BRASILEIRAS
    • SOAB: Operador único, Todas as Bandas;
    • SO50: Operador único, apenas 50 MHz;
    • SO144AM: Operador Único, apenas 144 MHz todos os modos;
    • SO144FM: Operador Único, apenas 144 Mhz, apenas FM;
    • MOAB: Múltiplos Operadores, Todas as Bandas;
    • CHECKLOG: Log enviado para auxílio na verificação dos Sem ranqueamento.
  • DX: ESTAÇÕES ESTRANGEIRAS
    • SOABDX: Operador único, Todas as Bandas;
    • SO50DX: Operador único, apenas 50 MHz;
    • SO144DX: Operador Único, apenas 144 MHz todos os modos;
    • MOABDX: Múltiplos Operadores, Todas as Bandas;
    • CHECKLOG: Log enviado para auxílio na verificação dos Sem ranqueamento

Os competidores poderão realizar contatos em todas as bandas e enviar log para apuração escolhendo uma categoria específica de competição.

Os contatos da banda não escolhida para competir serão usados como checklog. Apenas serão consideradas Checklog as estações que efetuarem o envio do log

  1. QSO: Trocar sinal (RS ou RST) e grid square da estação (os 6 primeiros dígitos do localizador mundial). Exemplo: “59 GG46LA” para SSB e “599 GG46LA” para
  2. Multiplicadores: O número de diferentes grids square trabalhados por banda, independentemente do

8.  Pontos:

  • Um ponto por diferente estação trabalhada em 6m, por modo;
  • Dois pontos por diferente estação trabalhada em 2m, por modo;
  • Um ponto por Km por diferente estação trabalhada;
  • A pontuação final é calculada pela a soma de diferentes grids squares trabalhados em cada banda, vezes a soma  das  pontuações por banda, e a  adição do somatório das distâncias trabalhadas por banda:

sendo:

PF = Pontuação Final

∑ PTS = Somatório de pontos por banda

∑ GRIDS = Somatório de grid squares por banda

∑ DST = Somatório de Km por banda

 

9.  Prêmios:

  • Placas
    • Serão distribuídos troféus às seguintes estações:
      • Estações brasileiras 1ªs colocadas em todas as categorias
      • – Estações de DX 1ªs colocadas em todas as categorias
      • Melhor Radioamador brasileiro Classe C Somente válido se operando OPERADOR SIMPLES
      • Maior distância percorrida
      • Maior número de Grids Locator (4 dígitos)
      • Estação brasileira em DX Pedition melhor
      • Clube com maior pontuação acumulada de seus membros
      • Outras placas que a organização achar necessárias.
    • Somente serão entregues placas Caso uma categoria não tenha sua placa patrocinada por algum clube ou radioamador, o próprio radioamador vencedor da placa, poderá patrociná-la.

Todos os patrocinadores estarão elencados previamente na web site do concurso. Para ser elegível para placas, independente de categoria, o log da estação deverá ter um mínimo de 10(dez) contatos válidos

  • Diplomas para as todas as estações participantes, disponibilizados digitalmente na web site do concurso

10.  Logs:

  • Somente serão aceitos logs eletrônicos enviados por e‐mail até 5 dias após o términodo concurso, para todos os
  • O registo     eletrônico     deve    ser    no   padrão    Cabrillo     com    arquivo UDC construído para o software N 1MM.

O arquivo de configuração do AVHFWWC para o programa N1MM encontra-se no link a seguir:
https://www.avhfc.com/n1mm/vhfarau_sa.zip

A organização disponibilizará tutoriais para implantação do arquivo no N1MM, em tempo hábil para o conteste.

  • Não serão aceitos relatórios escritos (papel) e, ou, enviados fora do padrão
  • Relatórios recebidos  após  o  prazo  serão validados  como  check logs,  sem direito a premiação.
  • Os logs deverão ser postados na web page https://avhfc.com/sendlog

 

 

11.  Miscelâneas:

  • Apenas  um   indicativo   deve   ser   proferido   como   da   sua   respectiva   estação competidora durante o concurso;
  • É permitido o uso do DX Cluster, self-spoting serão punidos com desclassificação daestação;
  • Deverão ser respeitadas as  limitações  legais  de  sua  licença  e  as  regulamentaçõessobre radioamadorismo de seu país;
  • Para efeito de apuração serão usados 4 dígitos para multiplicadores de diferentes

grids square, e 6 dígitos para cálculo de distância entre as estações do contato bilateral;

  • Otimize sua estação para o melhor rendimento;
  • Para expedições  recomendamos  que  seja  observado  em  primeiro  lugar  o  fator SEGURANÇA dos participantes;
  • Os resultados serão divulgados até 90 dias depois da data‐limite para envio dos logs;
  • A entrega das Placas será no Encontro anual do Grupo Araucária de DX, oua critério da organização;
  • Os Diplomas estarão disponíveis para download e impressão na internet no ato da divulgação dos resultados;
  • Será declarado campeão brasileiro do VHF o radioamador ou grupo,a estação que fizer a maior pontuação na categoria PY;
  • Inconsistências no log e o não cumprimento das regras levará à desclassificação daestação.
  • Site Oficial do AVHFWWC para divulgação de informações e resultados:http://www.avhfc.com
  • A utilização do termo AVHFWWC em títulos de páginas ou grupos de redes sociais ou aplicativos somente com autorização expressa dos